A ideia para a criação do fanzine BDLP, uma edição conjunta  do angolano Olindomar Estúdio e do português Grupo Extractus, surgiu em 2010 no Festival Luanda Cartoon: uma publicação anual onde se reunissem obras de autores de BD de países lusófonos. Na véspera do lançamento do terceiro número no 10.º Festival Internacional de BD e Animação Luanda Cartoon 2013 – com capa e contracapa já anunciada, da autoria de Marta Patalão (Black Curls), bem como os autores inclusos nas 80 páginas: Ana Saúde, Carlos Rocha, Marta Patalão e Rute Vilela (Portugal), Carnott Júnior e Nelo Tumbula (Angola), Alexandre Soares, André Barroso e Fábio Moon (Brasil)  – , foram disponibilizados gratuitamente online o primeiro e segundo números.

Lançado em 2011, o BDLP #1 contou com a participação de 12 autores de 3 países de Língua Oficial Portuguesa. Do único país africano presente neste número, estão presentes as BD de Bocolo Daniel, Hermenegildo Pimentel, Júlio Pinto e Nelo Tumbula (autor da imagem com que se fecha este texto). Tiago Abrantes é o responsável por duas ilustrações.

Além da autoria da capa – de GEvan (Gabriel Evangelista) -, o país europeu está representado por João Mascarenhas, Álvaro, Joana Afonso e Rita Vilela (a qual escreve dois argumentos de BD desenhadas por autores angolanos, as duas colaborações realmente intercontinentais do fascículo).  Igualmente portuguesa é a nacionalidade de José Carlos Dias, representante do Instituto Camões em Varsóvia e Lublin, que participa com um curto texto sobre Banda Desenhada e Língua Portuguesa.

Do Brasil, o fanzine conta com a participação de Marcelo D’Salete. Eis a listagem das BD:

  • Onde jaz o teu sorriso – Joana Afonso
  • Domingo – Marcelo D’Salete
  • A tempestade – Rita Vilela (argumento) e Júlio Pinto (arte)
    Jóni Sadd – Álvaro
  • As Duas Armas de Zur – Rita Vilela (argumento), Bocolo Daniel (desenho) e Hermenegildo Pimentel (desenho e arte-final)
  • Super Bom em O Herói 1 – Nelo Tumbula
  • Burps Zila: Civilização – João Mascarenhas

Podem ler a versão digital de 75 páginas do BDLP #1 aqui.

O segundo número foi lançado em 2012, com capa de autoria de Nelo Tumbula. Aos países do número anterior, adicionaram-se autores de Cabo Verde e Moçambique.

As obras presentes no BDLP #2 são:

  • Chip – Andreia Rechena (Portugal)
  • As Palavras da Velha Árvore – Rita Vilela (argumento; Portugal) e Altino Chindele (desenho; Angola)
  • (aventura de Zózimo Barbosa) – Wander Antunes (Brasil)
  • Mortos Não Dançam – Paulo Monteiro (Portugal)
  • Cabetula em Brasil – Olímpio e Lindomar de Sousa (Angola)
  • Virtualidade Irreal – Oneness Team: Inês Freitas e Miguel Mendes (Portugal)
  • Rooco no Rastrafá – Zorito Chiwanga (Moçambique)
  • (sem título) – Sai Rodrigues (Cabo Verde)

Tiago Abrantes colabora novamente com ilustrações e o testemunho escrito cabe à portuguesa Cristina Sá.

Podem ler a versão digital de 70 páginas do BDLP #2 aqui.

O autor João Mascarenhas informou-me, tendo a Dr. Kartoon confirmado, existirem ainda exemplares do segundo número à venda naquela livraria conimbricense. Fica a informação para os interessados.