Poucas são as antologias de tiras cómicas publicadas atualmente em Portugal, após um verdadeiro boom nos anos 90 e no início da primeira década do milénio. Uma série publicada pela Editorial Bizâncio que continua – e bem, acrescento eu – a ser publicada é Pérolas a Porcos de Stephan Pastis.

Dos 13 livros já publicados nos EUA pela Andrews McMeel – com o lançamento do 14.º previsto para outubro deste ano -, chega às livrarias portuguesas o nono livro da série, intitulado 50 Milhões de Fãs Não Podem Estar Enganados, num trocadilho óbvio, quer na capa quer no título, com o álbum de Elvis Presley 50,000,000 Elvis Fans Can’t Be Wrong. Uma caricatura de Pastis é apresentada na capa com o autor a vestir o fato de Elvis, o que originará o confronto entre o autor e o Porco, Rato, Larry e Bode.

Neste álbum estão incluídas as tiras originalmente publicadas nos jornais entre 17 de fevereiro e 16 de novembro de 2008. Para uma antevisão do livro, podem ler 9 tiras do mesmo aqui.

Eis a sinopse:

Pérolas a Porcos, de Stephan Pastis, é o relato, tira a tira, da história de dois amigos: o Rato, arrogante e egocêntrico, e o Porco, lento de cabeça, penosamente ingénuo, um «ursinho de peluche». Acompanham-nos a Zebra, activista dos direitos herbívoros; o Bode, um crânio relutante que gosta de ser tratado com o devido respeito; e os Crocs obsessivamente carnívoros. Com esta trupe diversa, Pérolas traça uma caricatura deliciosa dos defeitos e limitações da natureza humana. Senhoras e Senhores, o espectáculo continua…

nota: as imagens da capa e antevisão em exclusivo do livro foram gentilmente cedidas pela editora, as quais se agradecem e ilustram o texto; a capa do álbum de Elvis Presley foi obtida na internet.