Setembro parece ser o mês de Stephan Pastis em Portugal. Se há poucos dias me referi a este autor das tiras cómicas Pérolas a Porcos e ao lançamento do novo livro da série 50 Milhões de Fãs Não Podem Estar Enganados, desta feita abordo a sua primeira incursão nos livros infantojuvenis ilustrados, através da obra Timmy Fiasco: Sempre a Meter Água, em Portugal editada pela Booksmile, uma chancela da 20|20 Editora.

Eis a sinopse do livro, da responsabilidade da editora:
«Eis o “detetive” Timmy Fiasco, estrela do livro cómico do ano. Ele é o fundador, presidente e administrador da agência de detetives com o seu nome: Fiasco, Lda. A Fiasco, Lda. é a melhor agência de detetives da terra e, provavelmente, da região. Talvez até de todo o mundo..Mas quando ele passa a ter um sócio, um enorme urso polar chamado Total, o resultado passa a ser Fiasco Total, LdaCom personagens irresistíveis e um humor visual que decorre num ritmo perfeito, este livro vai deixar-te a roncar de tanto rir. Um livro e um herói que se distinguem claramente dos seus rivais.»

A criação de Total, o urso polar que acompanha Timmy nas suas desventuras, foi, sem dúvida, influenciada por Hobbes, o tigre da tira cómica Calvin & Hobbes, embora Pastis deixe ao critério de cada leitor se Total é ou não real. No entanto, se se espera que este urso tenha proezas super-heroísticas similares às do urso da banda desenhada HeroBear de Mike Kunkel, o desapontamento será uma constante. Aliás, para Timmy, quase todos os que o rodeiam são incompetentes e, apesar de insistir em provar ao leitor o quanto está enganado quanto às suas próprias façanhas, o ego de Timmy é enorme.

É com esta perceção alterada da realidade, entre delírios de grandeza e paranoides, mais frequentemente assentes na má compreensão dos fatos do que na fantasia, aliada a uma autoconfiança extrema da personagem, que o autor constrói os episódios cómicos que constituem a narrativa. Nem sequer a sua grande inimiga, Corina Corina – segundo Timmy, uma mente maléfica que vive obcecada em prejudicá-lo – parece saber da sua existência, além do simples facto de ele ser um colega de aulas.

Não se julgue que, no entanto, o protagonista não tem bondade no seu coração. Ele planeia que a sua agência de detetives dê lucros extraordinários para que possa ultrapassar as dificuldades económicas da sua família monoparental.

Se me agradou particularmente a escolha de Fiasco para traduzir Failure, o sobrenome de Timmy, há referências à cultura popular norte-americana nos títulos dos capítulos cuja maioria inevitavelmente se perdeu com a tradução, dado serem referências a programas televisivos, músicas, filmes e livros norte-americanos. Mas alguns mantiveram o sentido original e serão facilmente reconhecíveis pelos leitores (p.e., O Império de Timmy Contra-Ataca).

Eis um vídeo de apresentação da obra:

Os primeiros 4 capítulos do livro estão disponíveis aqui. O livro vai-se tornando  mais interessante à medida que se avança na leitura, sendo estes capítulos iniciais dedicados à apresentação das personagens.

Dado o aparente sucesso que o livro tem tido não só nos EUA (com direito recente a uma edição especial limitada) mas também a nível internacional (de que se destaca a edição alemã, com uma capa recortada, dando uma maior profundidade a um dos seus muito disfarces), acredito que esta não será a última aventura de Timmy Fiasco publicada em terras lusas. O segundo livro, no original Now Look What You’ve Done, deverá chegar às livrarias norte-americanas em fevereiro de 2014, com uma nova escola e um novo apartamento para Timmy.

nota: as imagens foram gentilmente cedidas pela editora, as quais se agradecem e ilustram o texto.