Já tínhamos revelado no início do mês a capa e como se poderia obter gratuitamente a revista especial Disney Comix Record a partir de 13 de novembro. Apresentamos agora o índice e 5 imagens do seu interior (clique nas imagens para as apreciar com maiores dimensões):

Eis a sinopse:
A Comix mais exclusiva está a chegar! Uma edição para fãs de verdade, que não estará à venda nas bancas, e que reúne um conjunto de histórias muito especiais!!! Nesta revista, encontrarás a história mais pequena, a mais vintage, a primeira história muda, a história mais romântica e a mais escura de sempre! Mas se a Comix Record não vai ser posta à venda, como é que podes conseguir esta edição especialíssima? É fácil!!! Em cada revista Comix (da edição #45 à #56, há um código diferente). Sempre que comprares uma Comix, procura o código no seu interior, entra na página web www.euqueroacomixrecord.pt  e insere-o. Quando tiveres 6 códigos inseridos, basta completares com os teus dados e receberás a Comix Record gratuitamente em casa!

A história mais pequena – Mickeyzinhoinho
Mickeyzinhoinho é a história mais pequena do mundo! É tão minúscula que o número de Topolino em que foi publicada oferece aos leitores… uma lupa para facilitar a leitura!
Escrita por Alessandro Sisti e ilustrada por Claudio Sciarrone.

A história mais vintage – Mickey e o rio do tempo
Mickey e o rio do tempo foi escrita por ocasião de um aniversário muito importante: os setenta anos do Mickey. Entre referências, recordações e uma pitada de nostalgia, é uma homenagem ao mítico Rato!
Escrita por Francesco Artibani e Tito Faraci e ilustrada por Corrado Mastantuono.

A primeira história muda – Dois passos no parque
Dois passos no parque é uma história de banda desenhada “anti‑envenenamento acústico”. Não há nem uma palavra nem balões, mas gargalhadas é que não faltarão!
Escrita e desenhada por Enrico Faccini.

A história mais romântica – O tempo das maçãs
O tempo das maçãs é uma história de banda desenhada considerada uma das melhores dos anos Oitenta e ficou na memória de muitas crianças e adolescentes da época, enredados nas tramas do amor!
Escrita por Massimo Marconi e desenhada por Massimo de Vita.

A história mais escura – Patos às apalpadelas
Patos às apalpadelas é uma história que se passa do início ao fim no escuro, durante um inesperado apagão na caixa-forte do Tio Patinhas. E é um exemplo de banda desenhada… Sem desenhos!
Escrita por Marco Bosco e desenhada por Nicola Tosolini.

nota: as imagens foram gentilmente cedidas pelas editora, as quais se agradecem e ilustram este texto.