Ontem, foram anunciados os Prémios Nacionais de Banda Desenhada 2013. Os grandes vencedores foram a Kingpin Books (3 prémios: melhor álbum, melhor argumento e melhor desenho) e Nuno Duarte (2 prémios; melhor álbum e melhor argumento).

Melhor Álbum Português
O Baile – Joana Afonso (Des) e Nuno Duarte (Arg)
Kingpin Books

Os restantes nomeados foram:
a) Palmas Para o Esquilo – Pedro Serpa (Des) e David Soares (Arg) – Kingpin Books
b) Super Pig: Roleta Nipónica – Osvaldo Medina (Des) e Mário Freitas (Arg) – Kingpin Books

Melhor Argumento para Álbum Português
Nuno Duarte – O Baile
Kingpin Books

Os restantes nomeados foram:
a) Palmas Para o Esquilo – David Soares (Arg) – Kingpin Books
b) Super Pig: Roleta Nipónica – Mário Freitas (Arg) – Kingpin Books
c) As Aventuras de Zé Leitão e Maria Cavalinho: O Regresso ao Castelo Violeta – Pedro Leitão – Gailivro
d) Os Piratas do Deserto – Santos Costa, Adaptação da obra de Emilio Salgari – Edições ASA

Melhor Desenho para Álbum Português
Osvaldo Medina – Super Pig: Roleta Nipónica
Kingpin Books

Os restantes nomeados foram:
a) O Baile – Joana Afonso (Des) – Kingpin Books
b) Palmas Para o Esquilo – Pedro Serpa (Des) – Kingpin Books
c) Vamos Aprender: A Moral da História – Carlos Rocha (Des) – Kingpin Books
d) As Aventuras de Zé Leitão e Maria Cavalinho: O Regresso ao Castelo Violeta – Pedro Leitão – Gailivro

Melhor Álbum de Autor Estrangeiro
Fun Home: Uma Tragicomédia Familiar
– Alison Bechdel
Contraponto, Bertrand Editora

Os restantes nomeados foram:
a) Rugas – Paco Roca – Bertrand Editora
b) Ar Puro e Água Fresca – Pero – Polvo, Rui Brito Edições
c) Morro da Favela – André Diniz – Polvo, Rui Brito Edições
d) Portugal – Cyril Pedrosa – Edições Asa
e) 12 A Doce – François Schuiten – Edições Asa

Melhor Álbum de Tiras Humorísticas
Enorme, Brutal, Colossal 2012! – Henrique Monteiro
Edições ASA

O outro nomeado era:
Há Piores 2: Ainda Mais Profundo! – Derradé (Des) e Geral (Arg) – Polvo, Rui Brito Edições

Prémio Clássicos da 9ª Arte
Surfista Prateado: Parábola – Moebius e John Buscema (Des) e Stan Lee (Arg)
Levoir / Público

Os restantes nomeados eram:
a) Demolidor: Renascido – David Mazzuchelli (Des) e Frank Miller (Arg) – Levoir / Público
b) Corto Maltese: As Helvéticas – Hugo Pratt – Edições ASA
c) A Política Segundo Mafalda – Quino – Edições ASA
d) Rosa Delta Sem Saída – Fernando Relvas – Polvo, Rui Brito Edições

Prémio Fanzine
BDLP #3
Grupo Extractus (Portugal) e Estúdios Olindomar (Angola)

Os restantes nomeados eram:
a) BDLP #2 – Grupo Extractus (Portugal) e Estúdios Olindomar (Angola)
b) Espaço Marginal #0 – Laboratório de Arte e Comunicação Multimedia do IP Beja

Melhor Ilustração de Livro Infantil
Catarina Sobral – Achimpa
Orfeu Mini

Os restantes nomeados eram:
a) Bestial – André da Loba – Pato Lógico
b) O Amor Perfeito: Poema para Descobrir e Construir – Maria João Worm – Quarto De Jade
c) Olhe, Por Favor, Não Viu Uma Luzinha A Piscar? – Bernado Carvalho – Planeta Tangerina
d) O Que Há – Madalena Matoso – Planeta Tangerina
e) O Tesouro do Palácio – Yara Kono – Caminho

Troféu Honra
Carlos Gonçalves

Troféu Honra destina-se à entidade ou personalidade que, pelo seu trabalho e dedicação, se tenha destacado na área da Banda Desenhada. Este prémio é atribuído por deliberação de Câmara mediante proposta da direção do Festival e apenas é divulgado na cerimónia de entrega de prémios, que se realiza sempre no segundo sábado do AmadoraBD.

Foram premiados com o Troféu de Honra: José Ruy (1990), José Garcês (1991), Morris (1992), Edições Asa (1993), Miguelanxo Prado (1994), Fernando Bento (1995), Vasco Granja (1996), Eduardo Teixeira Coelho (1997), António Dias de Deus (1998), Jorge Magalhães (1999), Augusto Trigo (2000), Geraldes Lino (2001), Arcindo Madeira (2002), Maria Alice Andrade Santos e Maria Antónia Roque Gameiro Martins Barata Cabral (2003), António J. Ferreira (2004), Carlos Alberto Santos (2005) ,Mariana Lopes Viegas, a “Tia Nita” (2006), Ziraldo (2007) ,Victor Mesquita (2008), Artur Correia (2009), António Gomes de Almeida (2010), Zé Manel (2011) e José de Matos-Cruz (2012).