Com uma distribuição limitada a algumas lojas de especialidade ocorrida durante este mês – mas disponível também no seu site – a mais recente proposta da Quarto de Jade é um novo livro de Diniz Conefrey, que não se limita a republicar o excelente Arquipélagos, editado há 12 anos, mas ao mesmo acrescenta mais poesia, seja sob a forma escrita, seja pictórica.

Eis a sinopse de Os Labirintos da Água:
Esta nova edição do Quarto de Jade apresenta três adaptações realizadas por Diniz Conefrey em banda desenhada, incluindo o texto original de (uma ilha em sketches). As outras duas sequências visuais que este livro contem passam pela adaptação do texto “Aquele que dá a vida” e “A Máquina de Emaranhar Paisagens”, este último ausente na primeira edição destes trabalhos, com o título Arquipélagos (Edições Íman, 2001). Os Labirintos da Água encontra-se disponível na loja do site Quarto de Jade e convidamos  todos os interessados a visualizar a exposição virtual relativa a este livro, com o título Brancos Arquipélagos, na galeria do mesmo site. De resto, as considerações que poderão ser múltiplas encontrarão, de certo, os sentidos mais íntimos no silêncio da leitura interior.

Com um formato de 24 x 17 cm, o livro é impresso a 4 cores, com capa cartonada e 112 páginas. Pode também ser visualizado este pdf como antevisão. Dado o deleite que obtive com Arquipélagos, Os Labirintos da Água tornou-se de forma automática um álbum a constar obrigatoriamente na minha bedeteca.

nota: a imagem da capa foi gentilmente cedida pela editora, a qual se agradece e ilustra o texto.