Numa altura em que a capa do Disney Comix #51 substituiu a do #50 nos MUPI, a Hiper Disney da Goody chegará amanhã ao seu 12.º número, completando assim o seu Ano I. Walt Disney nasceu a 5 de dezembro de 1911. No ano passado, a editora Goody utilizou esta efeméride para um apregoado “regresso” das revistas de banda desenhada Disney em Portugal, através de duas publicações.

Apesar da BD Disney ser publicada em Portugal desde os anos 30, os leitores estão mais familiarizados com o ciclo iniciado no início da década de 80 do século passado. Foi em em abril de 1980, com o Mickey nº1 e uma editora na altura denominada Morumbi, que se iniciou uma aventura de 26 anos de presença constante de revistas Disney nos quiosques portugueses, editados em português europeu. Com a data estampada de outubro de 2006, a revista Tio Patinhas nº 250 foi a última revista publicada pela Edimpresa, já com uma estrutura editorial muito diferente da inicial.

Findo esse ciclo, foi um hiato. Nos 2 anos e meio que antecederam a publicação das revistas Goody dos Patos e Ratos, a única BD Disney presente nos quiosques era colocada pela mão da Goody na revista Cars, uma revista de atividades para crianças baseada no universo Pixar/Disney dos filmes, que publica 3 histórias de banda desenhada de autores italianos por volume (exceto nos números especiais com as adaptações da 7ª para a 9ª arte). No entanto, dada a maioria das suas páginas não se dedicarem à BD (geralmente, apenas 9 das 36 páginas) é frequentemente classificada como uma revista com mas não de BD – as tais vãs classificações.

E, como tal, não foi considerada pelos que apregoaram dezembro de 2012 ser marcado como a data do “regresso” da BD Disney a Portugal. Num ponto, não há discussão. Foi o regresso do universo dos “patos” e “ratos” Disney através das iniciais duas revistas Disney Comix (semanal) e Hiper Disney (mensal).

Eis a sinopse da Hiper Disney #12:
Passado um ano, já era tempo do Pateta comer um cachorro quente! E por falar em tempo, vamos falar de…tempo? É verdade, esta é uma edição repleta de viagens temporais!!! Mickey recebe a visita de Malaquias, um homem misterioso com uma história a contar, no dobrar do século, em Mickey e o explorador milenário! O Donald em ponto pequeno também se rendeu ao imaginário das viagens ao passado e decidiu embarcar numa história de índios, no divertido episódio Donald Menino e o baloiço do tempo! E quem gostaria de desvendar o futuro?! Nós sabemos quem! A Maga Patalójika certamente gostaria de saber se a “número 1” do Patinhas alguma vez lhe chegará até às suas penas. É o que poderão constatar em Maga Patalójika e o futuro imprevisível! Estes e muitos outros clássicos instantâneos, pelas mãos de excelentes autores, tais como Francesco Artibani, Silvia Ziche, Massimiliano Valentini, Antonella Pandini e Guido Scala, entre muitos outros!

Clique nas imagens paras as visionar em toda a sua extensão e com imagens generosas:

Eis algumas páginas com o inconfundível traço de Silvia Ziche antes da colorização, referentes à história Explorador Milenário:

Por fim, confirma-se o que tínhamos noticiado em exclusivo: no que toca à história Mickey e as rãs saltitantes publicada na Disney BIG #2, a Goody vai publicar a história que a antecedeu, Topolino e la Regina d’Africa, da autoria do mestre Romano Scarpa e publicada na Topolino Piú 6 em 1983, com a primeira aparição de Zenobia, no número 13 da Hiper Disney, em dezembro. A nossa sugestão chegou a bom porto!

nota: as imagens foram gentilmente cedidas pela editora, as quais se agradecem e ilustram o texto.