Em maio foram distribuídas mais de 130 publicações de banda desenhada, tendo sido ultrapassado o último pico que datava de dezembro de 2013. Este número deve-se principalmente a duas razões independentes:
1) lançamentos de BD no X Festival Internacional de BD de Beja centrados no primeiro fim-de-semana do evento;
2) a ausência da importação de revistas brasileiras da Panini em abril duplicou o número destas em maio.
Outros fatores com pequena expressão foram os lançamentos na 84.ª Feira do Livro de Lisboa, que se manteve presente em junho, e a atividade faneditorial acima da média de José Pires.

Pelos motivos supramencionados, seria de presumir que em junho o número de publicações existentes diminuísse, o que se veio a verificar. Algo que contribui para a diminuição do número é a ausência de importações brasileiras da Mythos, bem como o adiamento para julho de algumas edições da Devir e Goody ou a antecipção de outras para maio (p.e., Penguin Club 11 da Panini). No sentido inverso, tivemos um aumento do número de importações norte-americanas. Por outro lado, existiram diversas iniciativas a nível de fanzines, mas num número aquém do mês anterior. Mas realize-se a habitual análise mais detalhada…

Curiosamente, as checklists mensais continuam a ser das entradas mais visitadas, consolidando o contínuo sucesso desta iniciativa na tentativa de responder às simples questões que nem sempre têm pronta resposta (não encontro à venda: ainda não saiu? já foi recolhida? a distribuição foi limitada a poucos pontos de venda?…). E, se a premissa é simples e o layout minimalista, a verdade é que obriga a atualizações diárias, no sentido da informação ser o mais correta possível.

Tal como nos meses de setembrooutubro, novembro e dezembro de 2013, bem como em janeiro fevereiro, marçoabril e maio deste ano, apresenta-se a análise dos lançamentos de junho. Relembro que uma porção das variações entre o número de publicações nos diferentes meses são artificiais, não correspondendo a um maior ou menor número de publicações dedicadas à banda desenhada, mas sim ao cumprimento ou não da calendarização que reflete o plano editorial. Como tem sido habitual, inicie-se a análise pela banda desenhada distribuídas nas bancas, fonte do maior número de publicações de BD.

QUIOSQUES

Bonelli Comics (Mythos) [importação]
– Tex Coleção 288 (sinopse aqui)

Bongo Comics (Goody)
– Simpsons 3 (antevisão aqui)

Dark Horse Comics (Planeta DeAgostini) (antevisão aqui)
– Comics Star Wars 64: Darth Maul 2 (dia 2)
– Comics Star Wars 65: Droides 1 (dia 9)
– Comics Star Wars 66: Droides 2 (dia 16)
– Comics Star Wars 67: Contos Jedi 1 (dia 23)
– Comics Star Wars 68: Contos Jedi 2 (dia 30)

DC Comics (Panini Brasil) [importação] (sinopses aqui)
– Batman (Os Novos 52) 16
– Lanterna Verde (Os Novos 52) 16
– Liga da Justiça (Os Novos 52) 16
– A Sombra do Batman (Os Novos 52) 16
– Superman (Os Novos 52) 16
– Universo DC (Os Novos 52) 16

Disney (Goody) (capas aqui)
– Carros 49 (brinde: carrinho Pinion Tanaka / Kingpin Nobunaga) (antevisão aqui)
– Carros 50 (brinde: carrinho Vitaly Petrov) (dia 27)
– Disney Comix 79 (dia 4) (antevisão aqui)
– Disney Comix 80 (dia 11) (antevisão aqui)
– Disney Comix 81 (dia 18) (antevisão aqui)
– Disney Comix 82 (dia 25) (antevisão aqui)
– Disney Gooolo (dia 11) (antevisão aqui)
– Hiper Disney 19 (dia 20) (antevisão aqui)
 Real Life 3 (antevisão aqui)
(nota1: 5.ª caixa arquivadora Hiper Disney: #10-11)
(nota2: Disney Princesas #29 não contém BD)

Disney (Zero a Oito)
– Disney Junior 12 (brinde: braçadeiras)

Graton (Asa/Público) (sinopses aqui)
– Michel Vaillant #10. Os Cavaleiros de Königsfeld (dia 4)
– Michel Vaillant #11. Rali em Portugal (dia 11)
– Michel Vaillant #12 . Em Memória de David (dia 18)
– Michel Vaillant #13. Uma Aventura na China (dia 25)

Marvel (Panini Brasil) [importação] (sinopses aqui)
– Homem-Aranha 142
– Universo Marvel 40
– Os Vingadores (Marvel Now) 1
– Wolverine 106
– X-Men 142

Marvel (Panini España – edição PT)
– Capitão América: Perdido na Dimensão Z (dia 25) (antevisão aqui)
– Homem Aranha Superior 5 (dia 25) (antevisão aqui)
– Os Vingadores 5 (dia 4) (antevisão aqui)
– X-Men 5 (dia 11) (antevisão aqui)

Mauricio de Sousa (Panini Brasil) [importação] (capas aqui)
– Almanaque da Magali 42
– Almanaque do Chico Bento 42
– Almanaque Temático 28: Cascão – Brinquedos e Brincadeiras
– Cascão 84
– Cebolinha 84
– Chico Bento 84
– Chico Bento Moço 3
– Clássicos do Cinema 41: Super-Home
– Magali 84
– Mônica 84
– Mónica y su Pandilla 33
– Monica’s Gang 33
– Neymar, Jr. 9
– Ronaldinho Gaúcho 84
– Saiba Mais! com a Turma da Mônica: Mundo das Crianças (capa aqui)
– Saiba Mais! com a Turma da Mônica 75: Mônica 50 Anos
– Turma da Mônica 84
– Turma da Mônica Jovem 66
(nota: Pelezinho para Colorir 4 não contém BD)

Rainbow (Zero a Oito)
– Winx Club 106 (brinde: raquetes)

Sony (Panini)
– Invizimals 11 (sinopse aqui)

Das edições nacionais periódicas disponibilizadas nas bancas não inseridas em iniciativas autolimitadas durante o mês de junho, não se registaram grandes irregularidades. Se a revista Carros #49 da Goody inicialmente prevista para maio viu o seu lançamento adiado para o início de junho, a revista Club Penguin #11 foi lançada no final de maio.  A Disney Junior #12 da Zero a Oito tornou a conter BD no seu interior, ao contrário da Disney Princesas 29 da Goody.  O número de revistas nacionais periódicas diminui ligeiramente para 17, contendo material de origem italiana (10 publicações), norte-americana (6 publicações) e espanhola (1 publicação).

Os 9 títulos periódicos nacionais autolimitados resultam parcialmente da publicação dos livros Comics Star Wars (5 publicações), continuando a ser a única via pela qual se publicam comics norte-americanos da Dark Horse no nosso país. O projeto da Asa Michel Vaillant (4 publicações) a ser distribuído com o jornal Público, garantiu a presença de BD francesa em publicações dedicadas nas bancas.

Foram diversas as irregularidades com as revistas importadas do Brasil distribuídas em maio. Das revistas brasileiras Bonelli previstas para serem distribuídas em maio, apenas foi visionada em poucos pontos de venda Tex Coleção #288, a qual estava inicialmente prevista para maio. Por outro lado, a publicação Saiba Mais! com a Turma da Mônica: Mundo das Crianças planeada para maio foi distribuída em junho. Deste modo, o número total de importações brasileiras correspondeu a 30 revistas – 29 Panini Brasil (18 Mauricio de Sousa, 6 DC e 5 Marvel) e 1 da Mythos . No que toca à Marvel, iniciou-se a polémica importação de revistas brasileiras com as histórias idênticas às previamente lançadas em Portugal 3 a 5 meses antes.

O número de livros e revistas nas bancas diminuiu para 56  publicações (ao invés das 98 registadas em maio). Em junho, nos quiosques, o público-alvo privilegiado tornou a ser o infantil e, em menor grau, o público juvenil. O público adulto é o menos contemplado na oferta.

A nível da origem da BD, em junho a maioria foi  norte-americana (22 publicações), seguindo-se a brasileira (18 publicações), italiana (11 publicações), franco-belga (4 publicações) e espanhola (1 publicação). O manga manteve-se novamente ausente nos quiosques, bem como a BD portuguesa.

Se a Mauricio de Sousa Editora tem o exclusivo da BD brasileira (18 publicações) e a Graton da BD franco-belga (4 publicações), a italiana tem origem no ramo Disney da Panini Itália (9 publicações), na Rainbow (1 publicação) e na Bonelli Comics (1 publicação). Quanto à BD norte-americana, reparte-se por Marvel Comics (9 publicações), DC Comics (6 publicações), Dark Horse (5 publicações), Bongo (1 publicação) e Disney (1 publicação).

NOVIDADES EDITORIAIS

Como seria de esperar, após o X Festival Internacional de BD de Beja, há um decréscimo do número de propostas no mercado livreiro, apesar da 84.ª Feira do Livro de Lisboa ter potenciado alguns lançamentos.

Arcádia
– As 7 Cores de Oníris: A Grande Aventura – Rita Vilela & Mitsu

Asa
– Michel Vaillant: Em Nome do Filho (capa dura) – Philippe Graton, Denis Lapière, Benjamin Benéteau e Marc Bourgne

Devir
– Blue Exorcist 2 – Kazue Kato (antevisão aqui)
– A Pior Banda do Mundo vol 2 HC – José Carlos Fernandes [inclui A Grande Enciclopédia do Conhecimento ObsoletoO Depósito de Refugos Postais e Os Arquivos do Prodigioso e do Paranormal] (sinopse aqui)
– The Walking Dead 8: Feitos para Sofrer – Robert Kirman & Charlie Adlard (antevisão aqui)

Das 5 publicações existentes, todos apresentam distribuição em livrarias não especializadas em BD. A Devir adiantou o segundo volume de A Pior Banda do Mundo para junho (estava inicialmente previsto para julho), tendo, no entanto, sido adiadas outras obras planeadas para este mês. Registe-se que, após a reedição de Eusébio – Pantera Negra, a Arcádia torna a apostar na BD, desta feita com a adaptação para BD da obra de ficção do género de fantasia homónima publicada pela Oficina do Livro.

IMPORTAÇÕES LIMITADAS NOS QUIOSQUES

Como tenho vindo a referir, esta é uma checklist de difícil elaboração pois tem como metodologia a observação realizada em diferentes quiosques, estando frequentemente disponíveis poucos exemplares por ponto de venda selecionado, podendo os mesmos ser adquiridos previamente às minhas visitas. Nesse sentido, fomenta-se a participação dos leitores que queiram completar a listagem sempre que tenham vislumbrado uma publicação em falta na checklist.

De Espanha
– Reportero Doc 216 (Bayard)
– Reportero Doc 217 (Bayard)

De EUA
– Mad 528 (E.C. Publishing)
– Sonic the Hedgehog 260 (Archie Comics)
– Sonic the Hedgehog 261 (Archie Comics)
– Sonic the Hedgehog Super Special 11 (Archie Comics)
– Star Wars: Rebel Heist 1 (Dark Horse)
– Star Wars: Rebel Heist 2 (Dark Horse)
– WWE Superstars 4 (Super Genius, Papercutz)

De França
– Beaux Arts hors-série: Sexe & BD
– Casemate 71
– dBD 84
– L’ Écho des Savanes 327
– L’ Immanquable 42
– Lanfeust Mag 176
– Psikopat 265

Devido à confluência de mais do que um número de algumas séries (p.e., Star Wars: Rebel HeistSonic the Hedgehog), bem como à presença de especiais (Beaux Arts hors-série: Sexe & BD) e a propostas que habitualmente não são importadas (Mad), o número de importações não-brasileiras limitadas a alguns quiosques foi aumentado para 16 publicações.

FANZINES

Dos fanzines/fanálbuns nacionais que tive conhecimento serem publicados em junho, eis a listagem:

The Lisbon Studio
– TLS WebMag 7 (online) (leitura gratuita aqui)

Moxila
– Zine ao Improvizo #1 – Mariana Pita (com EP digital Canções ao Improvizo #1)

Plana Press
– Propaganda – Joana Estrela

Regressa-se a um mês com poucos lançamentos, tendo sido 1 lançado online e os restantes 2 em formato físico.

Por fim, agradece-se a todos os faneditores e demais bedéfilos interessados que colaborem na construção da área dedicada aos fanzines na checklist mensal, informando dos vários lançamentos que ocorrem mensalmente.

No total, maio possibilitou tomarmos contacto com 80 publicações de ou sobre BD (por oposição às 131 do mês anterior), entre edições nacionais e importadas, de géneros bastante distintos. No entanto, esta diminuição está parcialmente relacionada com o pico verificado em maio pelas razões supramencionadas.

Relacionado