Este álbum que, como já tínhamos referido, foi lançado na Feira do Livro de Lisboa, está agora em ampla distribuição nas livrarias. Após a reedição de Eusébio – Pantera Negra, a Arcádia torna a apostar na BD, desta feita com a adaptação para BD da obra de ficção do género de fantasia homónima publicada pela Oficina do Livro, As 7 Cores de Oníris da autoria de Rita Vilela.

A adaptação à BD contou com o argumento da própria autora, arte de Mitsu e colorização de Led, tendo como subtítulo A Grande Aventura e estando já em produção a segunda parte em banda desenhada desta trilogia.

Clique nas imagens para as visionar em toda a sua extensão e com dimensões mais generosas:

Eis a sinopse:
No início Rita Vilela criou a história, uma história de 7 jovens deuses que criaram, à sua imagem e semelhança, 7 grandes raças para governar Oníris, raças com cabelos de cores diferentes, que fizeram a guerra o motivaram o castigo de Deo. Diz a lenda que se representantes das 7 raças se conseguirem entender, ultrapassar montanhas, superar provas, Oníris será de novo um só e os jovens deuses serão perdoados… Cumprir a lenda é o grande desafio. E assim surgiu a saga de Oníris (As 7 Cores de Oníris; Oníris – O Grande Desafio; Oníris – A Dádiva dos Deuses) publicada na Oficina do Livro (grupo Leya).
Depois Mitsu e Led criaram as imagens e nasceu a banda desenhada
As 7 Cores de Oníris – A Grande Aventura, publicada na Arcádia (grupo Babel), que conta em ilustrações a história desse mundo mágico.
Trata-se de uma obra em estilo mangá que se desenvolve ao longo de 176 páginas cheias de ação, alternando entre a cor e o preto e branco.
No mundo de Oníris, as sete raças humanas criadas pelos deuses foram separadas por cadeias montanhosas. Diz a lenda: se representantes das sete raças se conseguirem entender, ultrapassar montanhas, superar provas… Oníris voltará a ser um só. Seis jovens com cabelos de diferentes cores, unidos pela amizade, partirão à descoberta daquilo que se esconde do outro lado da barreira de pedra… a grande aventura está prestes a começar.

nota: as imagens foram gentilmente cedida pela argumentista, as quais se agradecem e ilustram a obra.

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de SousaAdministrador