Com textos de Alberto Mesquita, Ronald Searle e Carlos Brito, a editora Documenta, em colaboração com a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, publicou a obra Eureka com trabalhos de Puig Rosado.

Ao longo de 128 páginas, os leitores podem apreciar os cartoons deste espanhol que publicou o seu trabalho em vários países europeus. Puig Rosado foi o artista convidado para a exposição paralela de Cartoon Xira ’13, que, como anunciámos na nossa Agenda B’DIA – Banda Desenhada, Ilustração e Afins, decorreu entre 8 de março e 13 de abril de 2014.

Eis a sinopse da editora:
À primeira vista os desenhos de Puig Rosado parecem brotar de imagens do folclore. A leveza, o encantamento e a simplicidade das pessoas que habitam as suas paisagens fantásticas, o brilho das cores orientais, as sombras, tão ricas quanto a sumptuosidade de uma praça de toiros espanhola, aparentam fazer parte de uma desarmante e jubilosa tradição. Atraem-nos e aproximamo-nos. Demasiado tarde, apercebemo-nos de que caímos na suculenta armadilha de uma orquídea carnívora. As coisas não são o que parecem. Com um prazer arrepiante, apercebemo-nos de que somos vítimas indefesas da terceira dimensão de Fernando Puig Rosado, do seu sentido de humor cortante. Uma fachada naïf esconde habilidosamente uma deliciosa mas certeira ferroadela. Puig Rosado nasceu a 1 de Abril de 1931 em Don Benito, Espanha. Após os seus estudos de medicina em Espanha, mudou o rumo da sua vida dedicando-se ao desenho humorístico e iniciando assim a carreira de cartoonista. Em 1960 estabeleceu-se em França, onde trabalhou na imprensa juvenil (Astrapi, J’aime lire, Okapi, Phosphore, etc.). Publicou também os seus desenhos na Suíça, Inglaterra e Espanha. Trabalhou em publicidade, edição escolar e desenho de animação. Com os cartoonistas Desclozeaux e Bonnot fundou, em 1967, em Avignon, a Sociedade Protectora do Humor. Recebeu o Grand Prix de l’Humour Noir Grandville em 1976 e o Grand Prix de l’Humour Tendre no Salon International du Dessin de Presse et d’Humour de Saint-Just-le-Martel em 2000, ex-æquo com Véronique Deiss.