O 3.º número de Butterfly Chronicles de João Mascarenhas intitula-se Droidball e já se encontra disponível para compra online no site da editora Qual Albatroz. Esta terceira (de um total de dez) crónicas centra-se no desporto que dá título ao número, ao qual não faltam as cheerleaders. O jogo decorre na cidade de Osaka deste universo alternativo, metrópole onde a tradição e o desenvolvimento tecnológico convivem. E há um cameo do Menino Triste!

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão e com dimensões mais generosas:

Eis a sinopse da editora:
“Está aberta a nova temporada de Droidball”, grita o árbitro assim que a bola começa a rolar sob a cúpula incandescente de luzes. Droids programados pelos cérebros mais brilhantes das universidades do Japão confrontam-se numa violenta competição, onde cada linha de código é estudada e apurada ao pormenor e os algoritmos usados são mantidos em segredo absoluto por cada uma das equipas. A vitória na liga é a proeza maior que uma universidade no Japão pode vir a alcançar. Manabu lidera a equipa de Kymera e a febre da vitória está acesa nos seus olhos. A acção de Butterfly Chronicles passa-se num universo alternativo em que a investigação científica no domínio da robótica e da inteligência artificial estão prestes a entrar numa nova era, e irão alterar o modo como seres humanos e máquinas coexistem. Contudo, do seio deste novo mundo tecnológico surge Hanako, uma jovem com um poder muito especial, e que foi apresentada na primeira crónica. Butterfly Chronicles é uma edição exclusiva em livro digital. Este novo projecto editorial de João Mascarenhas, conhecido pela sua personagem e alter-ego Menino Triste, irá desenvolver-se ao longo de cerca de 10 crónicas. Neste momento, estão disponíveis versões do livro em formato MOBI (o formato do Kindle da Amazon), em PDF de alta resolução, e em CBR.

Para ler gratuitamente a primeira crónica, clique aqui.

Para saber mais sobre a segunda crónica, clique aqui.

nota: as imagens foram gentilmente cedidas pelo autor, as quais se agradecem e ilustram o texto.