Chega hoje às bancas o 9.º volume da coleção Universo Marvel da Levoir, distribuída em conjunto com o jornal Público, e que contém uma obra incontornável dos X-Men (e da Marvel). Dias de um Futuro Esquecido surgiu nos EUA na revista X-Men #141 e The Uncanny X-Men #142. Trata-se da mesma série, a qual, a meio do arco, alterou oficialmente o seu título (apesar de ostentar nas capas a palavra Uncanny desde o #114). Esta história em duas partes teve como autores Chris Claremont e John Byrne, tendo sido publicada em janeiro e fevereiro de 1981. A história relatava-nos um futuro distópico onde os mutantes se encontravam mortos ou presos em campos de concentração. Uma Kate Pryde adulta consegue transferir a sua mente para uma jovem Kitty Pryde, acionando uma cascata de acontecimentos que têm como fim os X-Men prevenirem um momento fatal na história da humanidade, que despoleta a histeria antimutante.

Em Portugal, esta história chegaria pela primeira vez às bancas portuguesas no verão de 1986, através da importação das revistas brasileiras Superaventuras Marvel #45 e 46, editadas pela Abril. Seria reeditada na revista X-Men Especial #2, em 1990. Foi também disponibilizada em 2003 na antologia Clássicos da Banda Desenhada #13: X-Men, distribuída com o Correio da Manhã e coproduzida pela Panini e Devir.

Devido ao número reduzido de páginas que ocupa a saga, foi necessário completá-la com mais BD. A escolha recaiu não sobre as diversas sequelas e prequelas da saga mas sim sobre histórias dos X-Men produzidas nos EUA no mesmo período (X-Men #138 a #140 e #143; e X-Men King-Size Annual vol 1 #4), que foram distribuídas pela primeira vez em Portugal através da importação dos números #34-35, 40-42 e 46 da revista brasileira Superaventuras Marvel da editora Abril.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão e com dimensões mais generosas:

Eis a sinopse da editora:
O mais terrível dos mundos… um futuro em que os Sentinelas, máquinas capazes de detectar, perseguir e destruir mutantes, devastaram a Terra, e em que os X-Men são a última esperança de toda a humanidade… até morrerem! Resta uma única hipótese, uma arriscada missão ao passado, para impedir o pior dos futuros. Chris Claremont e John Byrne assinam aqui um dos maiores clássicos da Marvel, uma história justamente considerada pelos fãs como das melhores sagas dos X-Men de sempre, e que inspirou o recente filme com o mesmo título. Este volume inclui também uma série de histórias adicionais do mesmo período, incluindo a primeira história a solo de Kitty Pryde.