Uma das minhas seleções presentes na Disney Comix #103 é A Verdadeira História de Novecentos (no original, La Vera Storia de Novecento), uma banda desenhada em 2 partes que a Goody repartiu por este e o seguinte número da Disney Comix.

A origem da história remonta ao monólogo teatral do autor italiano Alessandro Baricco intitulado Novecento, datado de 1994. Nesta obra, é narrada a história singular de Danny Boodmann T. D. Lemon Novecento/1900, um recém-nascido abandonado a bordo do navio Virginian. Aos 8 anos, com a morte do seu pai adotivo, fica órfão e permanece a bordo do navio, vindo mais tarde a tornar-se um virtuoso pianista. Com um trompetista contratado para trabalhar no Virginian, inicia uma amizade sincera e duradoura, apercebendo-se este que Novecento nunca saiu do navio.

Quatro anos mais tarde, a obra teria direito a uma adaptação cinematográfica pelas mãos do realizador Giuseppe Tornatore, com Tim Roth como protagonista. Intitulava-se La leggenda del pianista sull’oceano (A Lenda de 1900, em Portugal). Eis o trailer:

Catorze anos após a criação da obra original e 10 anos pós a sua transposição para o grande ecrã, foi a vez desta história ter uma adaptação para a banda desenhada, unindo dois mestres Disney – o argumentista Tito Faraci e o desenhador Giorgio Cavazzano – e contando com a colaboração do próprio Baricco para dar voz a estas personagens. Nesta adaptação, o Pateta interpreta o pianista a bordo do Virginian (Dany Boodmann P. P. Pateta Novecentos) e Mickey é o narrador que conta à Minnie a vida deste seu amigo, com quem tocou durante muitos anos, e que tinha a extraordinária capacidade de interpretar música que a todos encantava. A interpretar outros papéis temos o (Capitão, nesta BD) Cintra, o Joca e o Mancha Negra (Jelly Blackspot, uma homenagem ao pioneiro do jazz Jelly Roll Morton), tendo sido considerada a melhor história Disney italiana publicada naquele ano.

Na Disney Comix #103 ainda se apresentam mais 2 bandas desenhadas de 2 outros mestres Disney. Em Mickey e o saque exagerado, a arte é de Massimo De Vita. Trata-se de uma história policial ambientada no mundo da arte com momentos cómicos q.b. da autoria de Marco Bosco, cabendo desta vez à Minnie o papel de parceira do Mickey.

Donald e os Sete Passos do Pirata Sobre Andas resulta da colaboração dos dois veteranos Rodolfo Cimino e Giulio Cherchini, envolvendo Donald e os Sobrinhos numa demanda por um tesouro, por solicitação de um Tio Patinhas (mal intencionado). Mas as andas do título revelam-se fundamentais para descobrir o mistério…

A Disney Comix #103 chega às bancas no dia 19 de novembro.

Boas leituras e até breve!

Tio Nuno