O autor de banda desenhada António Jorge Gonçalves não tem limitado a sua atividade criativa à nona arte. Inclusivamente, foi o vencedor do Prémio Nacional de Ilustração de 2013, atribuído este ano. A cenografia tem sido outra das atividades do autor, ao qual Barriga da Baleia, o mais recente livro infantojuvenil da Pato Lógico, não é estranha.  Ou esta  história não tivesse sido inicialmente encenada no Teatro Maria Matos no ano passado, saltando agora do palco para as páginas deste livro ilustrado.

António Jorge Gonçalves apresenta a uma nova geração de leitores uma narrativa com componentes que têm fascinado as gerações anteriores quando confrontados com a imensidão do oceano – as viagens no interior de baleias, o esvaziamento do mar com um simples balde e a criação de lençóis de água com o ato de chorar. Quanto à ilustração, os aparentes jogos de luz fazem-nos ansiar por verificarmos onde está em exibição um teatro de sombras para resgatarmos essa deliciosa experiência da nossa infância para o nosso presente.

Num mundo em que as crianças são bombardeadas com múltiplos canais televisivos, vídeos on demand e/ou videojogos e no qual têm um potencial acesso a um múltiplo conjunto de atividades desportivas, artísticas e culturais, ainda conseguem ficar aborrecidas? E ainda têm tempo para as brincadeiras mais simples do faz-de-conta? Ficam as questões…

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão e com dimensões mais generosas:

Eis a sinopse da obra:
Sari tem quatro anos e uns pais dorminhocos. Certa manhã, cansada de esperar que estes acordassem, decidiu partir com o seu amigo Azur numa aventura de barco para a terra-onde-nunca-ninguém-se-aborrece.

Refira-se ainda que o livro será apresentado n’ A Vida Portuguesa do Intendente (Largo do Intendente Pina Manique 23, 1100-285 Lisboa), dia 22 de novembro (sábado), pelas 16h, com presença do autor e leitura encenada pela actriz e mediadora cultural Madalena Marques.

nota: as imagens foram gentilmente cedidas pela editora.