Com a publicação deste volume, termina a coleção da Asa, distribuída com o jornal PúblicoXIII. Curiosamente, devido ao primeiro volume da coleção distribuído ser cronologicamente o último, com O Dia de Mayflower inicia-se o segundo ciclo da série, com o argumento entregue ao belga Yves Sente e a arte ao russo Iouri Jigounov (o primeiro nome de Юрий Жигунов surge também frequentemente escrito como Youri e mais raramente Yuri).

Eis a sinopse da editora:
O dia de Mayflower
Depois de descobrir a verdade sobre a sua identidade, XIII vai a partir de agora mergulhar nos mistérios da sua memória. Graças à estimulação cerebral, XIII obtém providencialmente a pista de um antigo colega de escola, Jim Drake. Mas os assassinos da USafe Incorporated impedem o reencontro… Contudo, antes de morrer, Drake ainda tem tempo de aludir, perante o amigo, ao Dia do Mayflower…
O Isco
Ainda refugiado em França no castelo de Armand e Betty, XIII continua na mira da USafe Incorporated. Esta sociedade de mercenários, bem posicionada nas mais altas esferas da Administração americana, não hesita em montar uma operação para raptar Jones no Baniquistão a fim de atrair XIII. Betty, por seu lado, investiga sobre o Mayflower e descobre uma conspiração com revelações adicionais surpreendentes…

Como referimos, do primeiro ciclo ficou apenas por publicar no nosso país o 13.º volume da série principal, intitulado The XIII Mystery : L’Enquête (de Jean Van Hamme e William Vance). Para os que não dominam a língua francesa e têm acesso a edições brasileiras, registe-se que a Panini Brasil lançou este álbum em 2007, sob o título XIII: A Investigação, com cotradução do português Pedro Bouça.

Do segundo ciclo, todos os 4 álbuns editados até ao momento foram publicados em Portugal, encontrando-se a série em curso.

Quanto ao spin-off XIII Mystery, os dois primeiros álbuns foram editados no nosso país num álbum duplo, mais concretamente no 3.º volume da coleção da Asa distribuída com o Público, intitulada Os Incontornáveis da BD. Esses 2 álbuns eram dedicados a Mangusto e Irina. A série encontra-se ainda em curso, estando inéditos em Portugal 5 álbuns – os dedicados a Jones, Amos, Steve Rowland, Billy Stockton e Betty Barnowski. Todos os volumes têm tido argumento e arte de autores diferentes.

nota: a imagem foi gentilmente cedida pela editora.