Detective foi um aglomerado de histórias individuais escritas maioritariamente por Paul Dini para a revista norte-americana Detective Comics, das quais se selecionou para este volume os #822 a 826 e aos quais se adicionou o #831. Essas histórias foram distribuídas nas bancas portuguesas em 2008, através da importação em das revistas da Panini Brasil Batman#59  a 62, 64 e 68. A Levoir edita-as agora na norma europeia da língua portuguesa na coleção dedicada aos 75 anos do Batman, distribuída com o semanário SOL.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão e com dimensões mais generosas:

Eis a sinopse da editora:
Os seus inimigos chamaram-lhe O Maior Detective do Mundo, e a sua carreira começou nas páginas da revista Detective Comics! Neste volume, Paul Dini, um dos mais criativos escritores de comics da DC, e um nome lendário na mitologia do Cavaleiro das Trevas – criou, entre outras personagens, a célebre Arlequina, a Harley Quinn companheira do Joker – apresenta-nos seis histórias, ilustradas por uma mão-cheia de artistas diferentes, em que o Batman terá de usar as suas habilidades como detective para resolver crimes… e ajudar alguns dos seus maiores inimigos! Em “E. Nigma, Detective Particular”, o célebre vilão decide enveredar pelo bom caminho e fundar uma agência de detectives, apenas para descobrir que vai precisar da ajuda do Batman. Essa ajuda, Batman também terá de a oferecer a mais dois dos seus maiores inimigos, o Pinguim e a Hera-Venenosa, em mais duas histórias em que o nosso herói acaba por salvar os seus inimigos, uma delas leve e bem-humorada (“A Noite do Pinguim”), outra, a que envolve a Hera, bem mais negra e sinistra (“Perseguida”). O Dr. Phosphorus e a Arlequina, são os vilões de mais duas histórias desta antologia (“O Regresso do Dr. Phosphorus” e “Como uma Família”), que não ficaria completa sem a aparição do nosso vilão mais-que-preferido, o temível Joker, numa história (“Passeio Mortal”) que é sem dúvida a mais diferente e surpreendente história de… Natal, do nosso herói. Com arte de Don Kramer, Joe Benitez, e Marcos Martz, o leitor tem aqui uma pequena colecção de aventuras auto-conclusivas do Batman, o Maior Detective do Mundo!​​

nota: as imagens foram gentilmente cedidas pela editora.