image005Já se encontra disponível nas livrarias portuguesas o volume de Tex intitulado Patagónia. Editado pela Polvo, é a segunda vez que se publica em Portugal um volume dedicado ao personagem italiano Tex Willer. A primeira vez tinha ocorrido em 2006, com a publicação do #8 da Série Ouro d’Os Clássicos da Banda Desenhada, distribuído com o jornal Correio da Manhã, no qual tinha sido publicado a cores a segunda aventura de Tex contra Mefisto, com argumento de Gianluigi Bonelli e desenhos de Aurelio Gallepini (vulgo Galep); o volume português era menor do que o congénere italiano que foi distribuído com o jornal Repubblica, no qual também constava, para além dessa BD, o primeiro confronto com o vilão supramencionado.

A história editada pela Polvo corresponde ao Tex Speciale #23, originalmente editado pela Bonelli em junho de 2009. Tem argumento de Mauro Boselli e desenhos de Pasquale Frisenda, tendo como curiosidade ter lugar na região da Patagónia, como o título indica. Esta BD já tinha tido distribuição nas bancas portuguesas em agosto de 2011, na publicação brasileira Tex Gigante #23, editada pela Mythos.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:
Nesta singular aventura, escrita de forma apaixonada por Mauro Boselli e esplendidamente desenhada por Pasquale Frisenda, Tex e o seu filho Kit Willer viajam até à Patagónia, nos confins da Argentina, ao pampa, para participarem numa missão que é, ao mesmo tempo, de resgate de prisioneiros e punitiva, na sequência de sanguinários ataques por parte dos índios. Trata-se de uma movimentada história, cheia de acção, que aborda com singular realismo o genocídio das tribos índias e onde assistimos à luta de um povo pela sua sobrevivência, à custa de muita tenacidade, determinação, heroísmo, vontade de liberdade, sacrifício, sangue e mortos.
PASQUALE FRISENDA (Milão, 1970) Chega à Banda Desenhada guiado pelo destino, em passos incertos e até casuais. Depois de um curso de banda desenhada que frequentou em Milão e do contacto e troca de experiências com outros artistas do meio entra na equipa de desenhadores de “Ken Parker”. Quando esta série é adquirida pela Sergio Bonelli Editore, está finalmente na mítica editora italiana, desenhando “Mágico Vento”, com argumento de Gianfranco Manfredi e, a partir de certa altura, compondo também as capas desta série. Desejando confrontar-se com outras atmosferas, expressa essa sua vontade a Sergio Bonelli, que o convida a desenhar um “Tex Gigante”. O autor não desperdiça a oportunidade, única e irrecusável, e com argumento de Mauro Boselli desenha este “Patagónia”, em 2009, onde reflecte a sua visão do personagem. Voltará a ele mais tarde, já na série regular de “Tex”, com “Il Segreto del Giudice Bean”, novamente com argumento de Boselli.
MAURO BOSELLI (Milão, 1953) Tem vindo a desempenhar várias profissões ao longo da vida: argumentista, redactor, tradutor, polígrafo… Trabalha há mais de trinta anos no campo da Banda Desenhada. Depois de uma experiência como assistente do criador de “Tex”, Gianluigi Bonelli, entra para a Sergio Bonelli Editore, em 1984, como redactor das revistas “Pilot” e “Orient Express”. Apesar de embrenhado numa série de misteres relacionados com a actividade, vai escrevendo histórias, entre as quais algumas de “Zagor”, personagem de que terá a curadoria editorial durante 10 anos. 1994 marca a sua entrada no reduzidíssimo staff de “Tex”. Em 2000 cria, com Maurizio Colombo, a série de horror “Dampyr”. Até hoje, Boselli já criou mais de 30.000 páginas de Banda Desenhada para a Bonelli e recebeu vários prémios do sector. É da sua pena “Tex Willer. La storia della mia vita”, autobiografia “oficial” de “Tex”.

228 páginas a preto e branco, no formato 18,5 x 24,5 cm.
Capa a cores, brochada, com badanas.
PVP (IVA incluído): 16,99 euros.