Se a Era de Ultron continha apenas uma BD previamente distribuída no nosso país, todas as bandas desenhadas do terceiro volume da coleção Poderosos Heróis Marvel da Levoir, distribuído pelo jornal Público, foram previamente distribuídas nas bancas portuguesas. Originalmente publicada em 1991 nas revistas Iron Man #270-275, esta saga escrita por John Byrne e desenhada por Paul Ryan (#270-273 e 275) e Mark Bright (#274), foi publicada no Brasil nas revistas O Incrível Hulk #143-144 e na Grandes Heróis Marvel #48, tendo chegado às bancas portuguesas em 1996.

Tratando-se de uma obra datada e não particularmente inspirada, a sua repescagem prende-se certamente com as personagens Homem de Ferro e Mandarim serem proeminentes no Universo Marvel Cinematográfico. Poderá ainda despertar o interesse dos antigos colecionadores que desejem ter a saga num único volume e no formato original, ao invés do formatinho brasileiro da Abril.

Clique nas imagens para as visionar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:
HOMEM DE FERRO – SEMENTE DE DRAGÃO
John Byrne (argumento), Paul Ryan e Mark Bright (desenho)
Um dos maiores heróis do presente vai enfrentar um dos maiores monstros do passado! O maior inimigo do Homem de Ferro, o Mandarim, surgiu mais poderoso que nunca, mas por trás do poder dos seus dez anéis parecem erguer-se as sombras de dez dragões místicos… um para cada anel! Apresentando a origem de Fin Fang Foom, um dos vilões mais icónicos da Marvel, Semente de Dragão é uma das sagas mais clássicas do Homem de Ferro. O regresso do Homem de Ferro às colecções que o Público e a Levoir dedicam aos poderosos heróis da “Casa das Ideias” está marcado já para a próxima quinta-feira, numa aventura que o leva à China (então ainda) comunista, onde tem de enfrentar dois vilões clássicos ainda desconhecidos dos leitores portugueses: o Mandarim e o dragão Fin Fang Foom. O Mandarim é bem conhecido de todos os fãs do Homem de Ferro, um dos seus arqui-inimigos – inspirado nos vilões orientais ao estilo de Fu Manchu e do “perigo amarelo” – cujos anéis de poder de origem alienígena fazem dele um inimigo à altura do nosso herói e presença recorrente nas suas histórias, desde a sua primeira aparição em 1964, na revista Tales of Suspense #50, pelas mãos de Stan Lee e Don Heck. Já o dragão Fin Fang Foom é anterior mesmo ao próprio Universo Marvel, sendo um dos inúmeros monstros criados por Stan Lee e Jack Kirby na revista Strange Tales, em 1961, ou seja, numa época em que as histórias de monstros ainda eram extremamente populares – dois anos antes do Quarteto Fantástico trazer os super-heróis de novo para a ribalta, dando início à Silver Age (era de Prata), também conhecida como Era Marvel. Mas Fin Fang Foom vê aqui a sua nova origem ser recontada e entra assim para o panteão dos arquivilões da Marvel. Se os leitores conhecem John Byrne, o argumentista desta história, sobretudo como desenhador de clássicos incontornáveis dos X-Men, publicados em anteriores colecções, como A Saga da Fénix Negra, ou Dias de um Futuro Esquecido, aqui vão poder descobrir outra faceta do autor, que entrega a arte ao profissionalismo de Paul Ryan e Bob Wiacek, dois veteranos da Marvel que mostram estar perfeitamente à altura do desafio.

Homem de Ferro: Semente de Dragão
152 pgs a cores, formato comic, capa dura
Reúne Iron Man #270 a 275 (1990)