LEVOIR_MARVEL_N6O 6.º tomo de Poderosos Heróis Marvel é dedicado ao Justiceiro. A Ressureição de Ma Gnucci, da autoria de Garth Ennis e Steve Dillon, reúne  as revistas Punisher War Zone vol. 2 #1-6 (2009).

A personagem Isabella Carmela Magdalena Gnucci foi criada por Ennis e Dillon, tendo sido referida nos #1-3 de The Punisher vol. 4, antes de surgir no #4, em julho de 2000, bem como nos 8 números seguintes. As revistas brasileiras da Abril Grandes Heróis Marvel 3.ª série onde consta essa série não foram exportadas para Portugal, tendo denominado a personagem por Mama Gnucci. Em Portugal, esses 12 números foram publicados pela Devir em 2 TPB, intitulados O Regresso do Justiceiro, há mais de uma década.

Após ser relembrada, através de Peter Gnucci, nas revistas norte-americanas Deadpool vol. 2 #54-55, o aparente regresso de Ma Gnucci dá-se precisamente com esta banda desenhada (cuja revista brasileira que reproduziu este material não foi exportada para Portugal).

Clique nas imagens para as visionar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:
Na sua cruzada implacável contra o crime, um dos mais terríveis inimigos que Frank Castle, o Justiceiro, teve de enfrentar, foi a maquiavélica Ma Gnucci, líder da família Gnucci, uma das mais poderosas famílias mafiosas de Nova Iorque. Apesar de ter sido lançada para a jaula de um urso polar, de ter perdido braços e pernas e ter sido atirada para uma casa a arder, Ma Gnucci sobreviveu e está de volta para se vingar… e não veio sozinha.
Garth Ennis e Steve Dillon são dois dos mais célebres autores de comics de sempre, muito por força do imenso sucesso que foi a série Preacher, que assinaram para a Vertigo durante os 66 números que ela durou. Não foi nenhuma surpresa quando o seu trabalho começou a ser requisitado por outras editoras, geralmente em busca do cocktail de violência, humor negro e politicamente incorrecto, situações surreais e escandalosas, que caracterizam a obra destes dois autores britânicos. E surpreende ainda menos que a primeira personagem maior a que aplicaram esse seu cocktail tenha sido o Justiceiro, uma das mais icónicas da Marvel, e que mais beneficiaria do tom da dupla de autores. O Editor-Chefe Joe Quesada prometeu a Ennis que o deixaria escrever histórias do Justiceiro tanto tempo quanto quisesse, o que acabou por se transformar numa série que durou oito anos, de que A Ressurreição de Ma Gnucci é a última história..
A primeira aparição do Justiceiro, teve lugar em 1974, como adversário do Homem-Aranha, numa história escrita por Gerry Conway e desenhada por Ross Andru, que se inspirou em Clint Eastwood para criar a imagem do vigilante, que enquanto caçador impiedoso de criminosos deve muito ao 
Dirty Harry, e ao executor interpretado por Charles Bronson nos filmes da série Death Wish. Depois de diversas aparições em histórias do Homem-Aranha e do Demolidor, o arranque a solo do Justiceiro deu-se em 1986, numa mini-série escrita por Steven Grant e desenhada por Mike Zeck, cujo sucesso levou à criação de uma revista mensal. O Justiceiro viu depois a sua presença desdobrar-se por uma série de novos títulos, como Punisher War Journal, escrito por Carl Potts e desenhado por um jovem Jim Lee, cujo primeiro arco foi publicado na primeira colecção da Levoir dedicada à Marvel. O regresso do Justiceiro faz-se agora com a história que assinala a despedida do argumentista irlandês Garth Ennis da personagem, ao fim de oito anos seguidos a escrever as aventuras do Justiceiro. Lançada originalmente em 2008, A Ressureição de Ma Gnucci volta a juntar Ennis com o desenhador inglês Steve Dillon. Os dois autores britânicos já tinham assinado em conjunto a mini-série Welcome Back Frank, de que A Ressureição de Ma Gnucci é uma continuação directa, que traz de volta a maquiavélica Ma Gnucci, líder da família Gnucci, uma das mais poderosas famílias mafiosas de Nova Iorque que, apesar de ter sido lançada para a jaula de um urso polar, de ter perdido braços e pernas e ter sido atirada para uma casa a arder, parece estar de volta para se vingar.

152 páginas a cores, formato comic, capa dura.

LEVOIR_MARVEL_N6_23jul