No dia 12 de setembro, às 17h00, é inaugurada na galeria portuense de ilustração e desenho Dama Aflita a exposição I Want to Escape but Not to Disappear, dedicada a trabalhos do britânico Ed Cheverton e do português João Sobral. A exposição está patente até 31 de outubro.

Informa a galeria:
“Através da escola e Universidade foram-me facultados mapas da vida e do conhecimento, nos quais não havia quase vestígios das coisas que me interessavam e que me pareciam essenciais para a conduta que queria dar à minha vida. Lembro-me que durante muitos anos a minha perplexidade foi completa; e nenhum intérprete apareceria para me ajudar. Permaneceu intransponível até eu parar de suspeitar da sanidade das minhas percepções e começou, ao contrário, a suspeitar da solidez destes mesmos mapas.” (em A Guide for the Perplexed, de E. F. Schumacher)
ED CHEVERTON
Ed Cheverton é um artista e ilustrador inglês de Bristol. O seu trabalho mistura colagem, desenho, banda desenhada e Toys 3D, através dos quais explora a sua percepção para o jogo, o divertido e o escapismo. Ed é responsável por uma pequena editora Jazz Dad Books, onde produz comics e zines da sua autoria e de outros autores, assim como o Postcard Club: uma rede mundial de troca de postais feitos à mão.
JOÃO SOBRAL
João Sobral (Porto, 1991) é um amador indisciplinado que já fez e provavelmente voltará a fazer design gráfico, fotografia, desenho, banda desenhada e música. Às vezes também escreve sobre todas essas coisas e não só. Quase todos os seus projectos acabam por se relacionar de alguma forma com zines e publicações. É responsável desde 2011 por um projecto de publicação independente chamado O Panda Gordo e começou em 2014 uma série de zines chamada Money Worries. Neste momento vive em Londres mas está a fazer as malas para se mudar para Glasgow. O seu sonho é viver a vida toda sem merdas de empreendedor.

DAMA AFLITA
seg. – sáb.: 14 – 20h00
Rua da Picaria, n.º 84
4050-477 Porto