madoka1Um dos novos lançamentos da Polvo é Madoka Machina #1 de André Pereira. Com uma primeira edição de 500 exemplares, esta publicação é composta por 16 páginas a preto e branco, em formato 16 x 23 cm, com capa a cores em cartolina.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da publicação:
A IV Revolução Industrial já passou: democratizou-se a magia com recurso a várias aplicações para smartphone e a transmutação do Mercado num senciente digital unificou a sociedade através da tecnologia; todos nascem iguais e com acesso à internet.
Madoka Machina acompanha a relação amorosa de uma tríade de jovens adultos que tenta integrar-se numa sociedade onde o Estado foi chutado para canto e o assalariado é um ser em vias de extinção no mercado de trabalho. Ter poderes de transfiguração – sejam eles delegados através de misticismo arcaico ou comprados na última promoção online – e a habilidade de dobrar a realidade para se atravessar para o outro lado não ajuda tanto quanto se esperaria.
Neste primeiro número (de uma série de seis) reunem-se três capítulos, cada um debruçando-se sobre um momento na relação entre os três, e onde se fala de penis envy, diferenças geracionais e compras de supermercado. O registo é o de shoujo manga de quem nunca percebeu muito bem a Navegante da Lua, mas gostava.

MADOKA MACHINA | 1
de André Pereira, publicado por Polvo Edições
Lançado no festival AmadoraBD a 24 de outubro de 2015.

madokabanner

Outras Leituras