A Kalandraka torna-nos a brindar com um belo livro ilustrado do formosino Jimmy Liao. Após Desencontros e Segredos na Floresta, a nova proposta intitula-se O Peixe que Sorria. Originalmente publicado em 1998, viria a ser adaptado à animação em 2006 por Poliang Lin , C. Jay Shih e Alan I. Tuan, a qual obteve o Prémio Especial para a Melhor Curta de Animação do Festival Internacional de Cinema de Berlim.

Se em Segredos na Floresta, a palete de cores em aguarela estava ausente, a mesma regressa em todo o seu esplendor e com intensidade no presente livro, não lhe retirando – por vezes, inclsuivamente, exacerbando – uma doce melancolia. Existem temas presentes já nossos conhecidos dos livros anteriores, como a falta de comunicação, a tristeza, a solidão e a procura de uma pessoa real (Desencontros), um ser imaginário (Segredos na Floresta) ou um animal (O Peixe que Sorria) para a contrariar… De regresso, está também a abordagem surrealista e onírica da obra anterior, providencial elemento fornecedor de metáforas visuais.

O respeito pelos outros, a amizade e a liberdade são condimentos que permitem ao leitor alimentar a esperança, fundamental para os dias duros do nosso quotidiano ou na presença de eventos extraordinários que caminhem na direção oposta.

Tal como Desencontros em 2014, e Segredos na Floresta em agosto deste ano, esta obra certamente terá destaque entre as melhores Ler (Leituras e/ou Releituras) do presente mês..

Podem ser lidas algumas páginas da obra aqui:

Eis a sinopse da editora:
As barreiras invisíveis que nos atormentam, a possibilidade de voltar atrás e o desejo de liberdade, numa narrativa poética, terna e nostálgica, a meio caminho entre o sonho e a realidade.

104 Páginas
15 x 20 cm.
ISBN: 978-989-749-052-1
Preço: 14,00 €