Patrícia GuimarãesLançado em novembro, aquando da Feira Morta VII, Stabat Mater de Patrícia Guimarães é a mais recente aposta de Façam Fanzines e Cuspam Martelos.

Trata-se da primeira banda desenhada longa da autora, a qual nos introduz a narrativa em pleno Portugal profundo e na prática da matança do porco – um animal omnívoro, tal como o ser humano. O inesperado videojogo finlandês mais famoso do nosso planeta situa o leitor no presente, tornando vizinha a ruralidade da eventual urbanidade do leitor. E a castradora mãe do nosso galante gamer tem outros planos para o seu filho… Com um ritmo irrepreensível e ilustrações inesquecíveis, o final de ano reservou-nos uma pérola para a banda desenhada portuguesa.

Quanto à BD curta Amor de Mãe, anteriormente publicada em Preto no Branco #2 (Façam Fanzines e Cuspam Martelos, 2013), é reproduzida com uma nova disposição.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Entretanto, no dia 18 de dezembro foi inaugurada uma exposição da obra no lisboeta bar Irreal, com o lançamento da segunda edição, acompanhada de uma serigrafia. A exposição estará patente até ao dia 6 de janeiro.

Stabat Mater
Patrícia Guimarães
formato A4, 32 páginas
Façam Fanzines e Cuspam Martelos

Os interessados poderão entrar em contacto com a autora aqui.

PATRÍCIA GUIMARÃES nasceu em Lisboa, no ano de 1985.  Licenciada em Arte e Multimédia – Animação, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL) em 2011. Frequentou o Curso Laboratório de Ilustração e Banda Desenhada, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL), em 2014. Interesses: Cinema de Animação, Banda Desenhada e Ilustração. Encontra-se actualmente a desenvolver projectos de Banda Desenhada e Animação 2D. Participa activamente no projecto artístico Sou Esta Casa.

patguim_irreal