A Panini España informou-nos que a revista Invizimals foi novamente cancelada. Referimo-nos à publicação portuguesa da revista. A edição nacional surgiu sensivelmente na mesma altura que a edição espanhola, baseada na popular série de videojogos de realidade aumentada desenvolvida pela Novorama e publicada pela Sony Computer Entertainment Europe, que também teve direito a adaptação para a animação.

INVZ_Cover 3.inddA particularidade da revista é a de publicar uma série original de banda desenhada espanhola infantojuvenil baseada naquele universo. Com o primeiro cancelamento da versão portuguesa no número 6, a primeira história, O Segredo de El Dorado – com direito a 13 episódios e posteriormente reunido em TPB no país vizinho – não tinha sido concluída.

Após um longo interregno, em abril de 2004, a Panini España, graças à crescente popularidade da franchise, tornou a apostar na versão portuguesa da revista. Os leitores tiveram assim não só a oportunidade de terminar de ler aquela banda desenhada, como as seguintes, as quais tiveram a particularidade de se centrar em curtas aventuras a solo com cada um dos jovens protagonistas:
A Lenda Grega, com Rosie (Invizimals #14-16)
– O Livro de Magia de Crécy, com Charlie (Invizimals #17-19)
– Terror na Selva, com Huáscar (Invizimals #20-22)

Com Invizimals #23, a última revista portuguesa, tinha-se iniciado a segunda aventura com todos os protagonistas, O Contacto Japonês, que fica deste modo interrompida. Em Espanha, a revista Invizimals encontra-se no #37.

Não sendo uma revista de BD mas com BD – cada revista continha 8 páginas de banda desenhada – encerra-se mais um ciclo da presença constante de banda desenhada espanhola nas bancas portuguesas. Trata-se da segunda revista com BD da Panini España cancelada em 6 meses – a primeira foi a Club Penguin. Após o cancelamento das revistas de BD da Marvel em novembro de 2014 e das 2 revistas supramencionadas com BD, a Panini España passa a não ter nenhuma revista de ou com BD nas bancas portuguesas.