Jiro Taniguchi

O segundo volume da segunda série Novela Gráfica da editora Levoir, distribuído com o jornal Público, é o terceiro livro do autor japonês Jiro Taniguchi editado em  Portugal.

Trata-se de um conjunto de 5 histórias originalmente publicadas em 1991 e 1992 na revista japonesa de manga seinen Big Comic, editada pela Shogakukan.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:
Jiro Taniguchi começou a sua vida profissional como empregado de escritório, até descobrir que o que queria realmente fazer era desenhar. No início dos anos 70 irá descobrir a BD europeia, que o influenciará durante o resto da sua carreira, cada vez mais orientada para temas quotidianos. Taniguchi foi o único autor japonês a ganhar dois prémios em Angoulême – em 2003 como melhor argumentista e em 2005 como melhor desenhador -, o maior Festival de BD europeu, que lhe dedicou uma grande exposição em 2015.

Em 2015, este autor foi galardoado no Festival AMADORA BD pela edição da Levoir e do Público do livro, “Diário do meu Pai” com o Prémio Clássicos da Nona Arte.

Ao longo de histórias impregnadas da observação do quotidiano, Terra de Sonhos mergulha-nos na realidade das emoções humanas: a morte de um cão e a tristeza que ela provoca, o nascimento de uma ninhada de gatos, a chegada de uma jovem sobrinha que fugiu de casa, os sonhos que um alpinista abandonou a troco de uma família… Relatos da felicidade e da melancolia simples da vida como ela é.

Os cinco contos deste livro foram publicados originalmente durante os anos 1991 e 1992 na relevante revista japonesa Big Comic, e surgem num momento de viragem do autor.

Este livro, segundo palavras do própio autor: “…contribuiu para alargar o espectro do meu estilo de mangá, até então algo estreito, e teve certamente um papel decisivo no surgimento de um novo género de mangá. E sinto-me muito feliz por isso.”

AF_NOVELAS_GRAFICAS_2016_ 2

Volumes já publicados na coleção:
1.- V de Vingança – Alan Moore & David Lloyd

Volumes a publicar na coleção:
3.- Presas Fáceis – Miguelanxo Prado
4.- A Dança das Andorinhas – Morrer, Partir, Regressar – Zeina Abirached
5.- A História de um Rato Mau – Bryan Talbot
6.- A Garagem Hermética – Moebius
7.- Parque Chas – Ricardo Barreiro e Eduardo Risso
8.- Fax de Sarajevo – Joe Kubert
9.- Valentina – Guido Crepax
10.- Daytripper – Fábio Moon e Gabriel Bá
11.- Luna Park – Kevin Baker e Danijel Zezelj
12.- Fogos e Murmúrios – Mattotti e Kramsky
13.- O Inverno do Desenhador – Paco Roca
14.- A Asa Quebrada – António Altarriba e Kim
15.- Os Exércitos do Conquistador – Jean-Claude Gal e Jean-Pierre Dionner

nota: imagens cedidas pela editora.