super-mae-ziraldo-trofeu-hqmixJá são conhecidos os vencedores deste ano dos Troféus HQ Mix. Na sua 28.ª edição, a estatueta do troféu foi esculpida pelo artista plástico Olintho Tahara e representa o personagem Super-Mãe, de Ziraldo. A cerimónia de entrega destes importantes prémios brasileiros ocorre no próximo dia 3 de setembro, no distinto SESC Pompeia.

Um número superior a 2000 publicações de 2015 concorreu ao troféu. O júri deste prémio é constituído por autores de banda desenhada, bem como professores, investigadores e jornalistas desta área no Brasil.

Quanto à Categoria das Teses Académicas, estão a ser avaliados por um júri constituído por Doutorados e Mestres, especializados em Histórias em Quadrinhos e Humor Gráfico, e será anunciado até à data do evento.

Tal como o ano passado, e ao contrário dos dois anos anteriores a esse, nenhum autor português de BD foi contemplado com um troféu. No entanto, a editora portuguesa Polvo foi contemplada ao ver as edições Tungsténio e Talco de Vidro de Marcelo Quintanilha serem galardoadas na Categoria de Destaque Internacional.

Com a suspensão, desde dezembro de 2013, da exportação para Portugal das Graphic MSP, editadas pela Panini Brasil, a única BD brasileira contemplada pelos Troféus distribuída em Portugal foram os primeiros 8 números de Chico Bento (2.ª série) na Categoria Infantil, encontrando-se atualmente o 8.º número nas bancas portuguesas.

Quanto às obras estrangeiras vencedoras que tiveram edição portuguesa foram Pílulas Azuis de Frederik Peeters (intitulada Comprimidos Azuis na edição portuguesa da Devir) e Caravaggio: A Morte da Virgem de Milo Manara (intitulada Caravaggio: O Pincel e a Espada na edição portuguesa da Arte de Autor).

Quanto às edições brasileiras, algumas têm surgido nas melhores LeR mensais da equipa do site Bandas Desenhadas ou na rubrica Feijoada em Quadrinhos do brasileiro Raphael Fernandes no programa radiofónico Bandas. Aliás, o Raphael é um dos nomes responsáveis pela linha editorial da Draco, editora que teve direito a 3 Troféus. Partilhou ainda um troféu pela edição independente de Ditadura no Ar #4.

Sem mais delongas, eis a lista dos vencedores:

Desenhista Nacional
Rogério Coelho (Graphic MSP Louco – Fuga e O Barco dos Sonhos) – Panini e Positivo

Roteirista Nacional
Lillo Parra (Descobrindo o Novo Mundo e La Dansarina) – Nemo e Quadro a Quadro

Novo Talento Desenhista
Camila Torrano (Fábulas e Spam) – Zarabatana

Novo Talento Roteirista
Zé Wellington (Steampunk Ladies – Vingança a Vapor) – Draco

Colorista/Arte-Finalista
Cris Peter (Casanova – Avaritia VOL 3, Pétalas e Projeto Manhattan – Volume 1) – Panini, Marsupial/Jupati e Devir Publicação

Infantil
Chico Bento 2ª Série – # 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 – Panini

Publicação Juvenil
Graphic MSP Turma da Mônica – Lições – Panini

Publicação de Clássico
Zodiako Premium – Opera Graphica

Publicação de Humor
Guia Culinário do Falido em Quadrinhos – Balão

Publicação de Humor Gráfico
Ah, como era boa a Ditadura… – Quadrinhos na Cia

Publicação Mix
O Rei Amarelo em quadrinhos – Draco

Publicação de Aventura, Terror e Fantasia
Lavagem – Mino

Edição Especial Nacional
La Dansarina – Quadro a Quadro

Edição Especial Estrangeira
Pílulas azuis – Nemo

Minissérie (empate)
Ditadura no Ar #4 – Independente
Pátria Armada # 1, 2 – Instituto HQ

Publicação Independente de Autor
Beco do Rosário Vol 1 – Independente

Publicação Independente Edição Única
Uma Aventura de Verne & Mauá – Mil Léguas Transamazônicas – Independente

Publicação Independente de Grupo
O Gralha – Artbook – Independente

Publicação Erótica
Caravaggio – A Morte da Virgem – Veneta

Especial Manga
Quack – Patadas Voadoras – Draco

Livro Teórico
Imageria – O nascimento das histórias em quadrinhos por Rogério de Campos – Veneta

Publicação de Tiras
Will Tirando N° 1 – Independente

Projeto Editorial
O Fabuloso Quadrinho Brasileiro de 2015 – Independente

Evento
2º Comic Con Experience – 2015 – São Paulo

Exposição
Exposição Beco do Rosário – Galeria Hipotética – Porto Alegre/RS

Adaptação para outra Linguagem
Beladona, de Ana Recalde e Denis Mello – Projeto Cena HQ (Teatro) – Quadrinhofilia e Vigor Mortis

Adaptação para os Quadrinhos
Dois Irmãos – Quadrinhos na Cia

Destaque Internacional
Marcello Quintanilha (Tungstênio e Talco de vidro) – Editora Polvo

Editora do Ano
MINO

Web Tiras
http://ryotiras.com/

Web Quadrinhos
http://www.quadrinhosacidos.com.br

Grande Mestre dos Quadrinhos
Eva Furnari

Grande Contribuição
Maxx e os Super-Heróis da Alegria

Grande Homenagem
Alice Takeda – diretora de arte dos Estúdios Mauricio de Sousa

Eis alguma informação relativa a Alice Takeda:
alice-takeda-homenageada-no-28-trofeu-hqmixAlice Takeda será homenageada como diretora de arte de um estúdio de quadrinhos – a profissional trabalha há mais de 40 anos no Estúdio Mauricio de Sousa, em que comanda mais de 100 desenhistas e roteiristas para a produção de cerca de uma revista por dia.

E sobre Eva Furnari:
eva-furnari-28-trofeu-hqmixEscritora e ilustradora desde 1980, Eva Furnari tem 60 livros publicados. Nasceu em Roma, Itália, em 1948, e veio para o Brasil aos dois anos de idade. Formou-se em Arquitetura, foi professora de artes, trabalhou como desenhista em revistas e publicou histórias da Bruxinha na Folhinha de São Paulo por muitos anos. Tem livros adaptados para o teatro e publicados em diversos países. Muito premiada em sua carreira, com destaque para sete Prêmios Jabuti, pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), e oito premiações pela FNLIJ. Também recebeu o Prêmio APCA pelo conjunto da obra.

Quanto a MAXX e os “Super-Heróis da Alegria”:
Como Grande Contribuição para a imagem dos quadrinhos no Brasil, o cartunista MAXX e seu grupo “Super-Heróis da Alegria”, que visitam hospitais vestidos de super-heróis para alegrar, principalmente, as crianças doentes, terá seu reconhecimento com o troféu. MAXX perdeu uma perna e a mobilidade de sua mão direita em um acidente de moto, e saiu da depressão com esse projeto.