amadorabdespacotempoJá são conhecidos os NOMEADOS para Prémios Nacionais de Banda Desenhada do Amadora BD 2016. Este concurso que decorre no âmbito do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora é, desde 1990, atribuído pela Câmara Municipal da Amadora e tem por objetivo distinguir os melhores trabalhos realizados ao longo do ano.

Em homenagem a António Cardoso Lopes Júnior, diretor do Mosquito e de outras publicações de renome, os troféus atribuídos no concurso PNBD têm o nome de duas personagens do autor, Zé Pacóvio e Grilinho, e contemplam 5 categorias distintas: melhor álbum, melhor desenho, melhor argumento, melhor tira humorística, melhor ilustração.

O Júri composto por Nelson Dona (diretor do Festival), Luis Salvado, Sandy Gageiro (jornalistas e comissários da exposição do Ano Editorial Português) nomeou os 5 melhores por categoria estando estes sujeitos a uma nova votação. A lista dos vencedores só será divulgada publicamente durante a Cerimónia de Entrega dos Prémios do 27º AmadoraBD- Festival Internacional de Banda Desenhada, no sábado dia 29 de Outubro.

Eis a Lista dos Nomeados:

MELHOR ÁLBUM PORTUGUÊS

MELHOR ARGUMENTO PARA ÁLBUM PORTUGUÊS

MELHOR DESENHO PARA ÁLBUM PORTUGUÊS

  • Carlos Pedro em “Salomão”, ed. Kingpin Books
  • João Sequeira em “Tormenta”, ed. Polvo
  • Luis Louro em “Jim Del Monaco – O Cemitério dos Elefantes”, Edições Asa
  • Osvaldo Medina em “Kong The King”, ed. Kingpin Books
  • Sónia Oliveira em “O Poema Morre”, ed. Kingpin Books
  • Xico Santos em “Vil – A Tragédia de Diogo Alves”, ed. Kingpin Books

MELHOR ÁLBUM DE AUTOR PORTUGUÊS EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

MELHOR ÁLBUM DE AUTOR ESTRANGEIRO

  • Eu, Assassino”, de Antonio Altarriba e Keko, ed. Geomais/Arte de Autor
  • Fatale”, de Ed Brubaker e Sean Phillips, ed. G.Floy
  • Presas Fáceis”, de Miguelanxo Prado, ed. Levoir
  • O Pugilista”, de Reinhard Kleist, ed. Polvo
  • Talco De Vidro”, de Marcello Quintanilha, ed. Polvo

MELHOR ÁLBUM DE TIRAS HUMORÍSTICAS

MELHOR DESENHADOR PORTUGUÊS DE LIVRO DE ILUSTRAÇÃO

  • Joana Estrela em “Mana”, ed. Planeta Tangerina
  • José Cardoso em “Barafunda”, ed. Caminho
  • Madalena Matoso em “O Dicionário do Menino Andersen”, ed. Planeta Tangerina
  • Marco Taylor em “Abílio”, edição de autor
  • Susana Monteiro em “Beja, a minha cidade”, ed. Pato Lógico
  • Teresa Cortez em “Balbúrdia”, ed. Pato Lógico

MELHOR DESENHADOR ESTRANGEIRO DE LIVRO DE ILUSTRAÇÃO

  • Ana Pez em “O Meu Irmão Invisível”, ed. Orfeu Negro
  • Beatrix Potter em “Contos Completos”, Pin Edições
  • Christoph Niemann em “O Rei Batata”, ed. Verbo
  • Cristina Sitla Rubio em “Estranhas Criaturas”, ed. Orfeu Negro
  • Kirsten Sims em “Baltasar, O Grande”, ed. Orfeu Negro
  • Marcus Oakley em “Edimburgo, a minha cidade”, ed. Pato Lógico

PRÉMIO CLÁSSICOS DA 9ª ARTE

MELHOR FANZINE

  • Cinzas”, de Olivier Schrauwen, ed. MMMNNNRRRG/Mundo Fantasma
  •  “O Dia em que… – Comic Jam” da Tertúlia de BD de Lisboa
  • H-Alt”, ed. Sérgio Santos
  • “É Fartar Vilanagem hors-série 2 : Feira do Livro” de Alexandre Esgaio, ed. Maria Macaréu
  • Quireward”, ed. Montesinos
  • Shock”, ed. El Pep