bandasdesenhadasDia 16 de novembro é distribuído com o jornal Público, em parceria com a Asa, o segundo tomo da coleção dedicada à série Os Túnicas Azuis, da autoria de Willy Lambil e Raoul Cauvin. Inédita em Portugal, a banda desenhada A Prisão de Robertsonville foi publicada originalmente nos #1875-1992 do hebdomadário belga Spirou em 1974, conhecendo a edição em álbum pela Dupuis no ano seguinte.

Trata-se do sexto volume da coleção franco-belga, sendo o segundo desenhado por Willy Lambil. A narrativa baseia-se na Prisão de Andersonville – atual Sítio Histórico Nacional de Andersonville – no Estado da Geórgia, um campo de prisioneiros de guerra construído em 1964 pelos Estados Confederados da América e que esteve ativo no último ano da Guerra de Secessão.

Para ficar a par de todos os títulos da colecção e datas de lançamento clique aqui.

prelease_tunicas_azuis

Eis a sinopse da editora:
O sargento Chesterfield e o cabo Blutch estão habituados a escapar a situações de grande perigo, mas desta vez as coisas dão para o torto e eles são capturados pelos Confederados.  Destino: Robertsonville, a prisão de onde ninguém consegue evadir-se! Este epíteto ameaçador, porém, não desencoraja os nossos dois Yankees, que vão fazer de tudo para fugir, incluindo disfarçarem-se com uniformes sulistas para iludir a vigilância dos guardas. O que talvez não seja a melhor solução para quem pretende alcançar as linhas nortistas…prelease_tunicas_azuis1