Dia 28 de dezembro é distribuído com o jornal Público, em parceria com a Asa, o oitavo tomo da coleção dedicada à série Os Túnicas Azuis, da autoria de Willy Lambil e Raoul Cauvin.

O oitavo volume desta colecção, intitulado O Submarino David, já foi editado em Portugal em álbum pela Edinter na década de 80 do século XX. Trata-se do décimo nono volume da colecção franco-belga,  sendo o décimo terceiro desenhado por Willy Lambil. A BD foi publicada originalmente nos #2265 -2275 do hebdomadário belga Spirou em 1981, conhecendo a edição em álbum pela Dupuis em 1982.

A banda desenhada baseia-se no Plano Anaconda, que consistiu no cerco da Confederação por parte da União na Guerra de Secessão, através de um bloqueio naval. O barco torpedeiro CSS David é conhecido pelo seu ataque no dia  5 de outubro de 1863 ao navio de guerra USS New Ironsides.

prelease_tunicas_azuis

Eis a sinopse da editora:
A capitulação dos Confederados parece estar iminente, face ao bloqueio marítimo a que são submetidos pelos Nortistas ao largo da costa da Carolina do Sul. Mas os Sulistas descobrem uma maneira de fazer explodir a frota inimiga de forma aparentemente inexplicável. Para desvendar o mistério, Chesterfield e Blutch são enviados para as linhas sulistas. Disfarçados de antigos soldados confederados, um cego e o outro em cadeira de rodas, eles têm esperança de passar despercebidos e descobrir a arma secreta dos seus inimigos.

prelease_tunicas_azuis1