Como tínhamos noticiado, o português Daniel Lima foi editado na Letónia em janeiro de 2017. A sua obra Sutrama, com 28 páginas e tamanho A6, é a banda desenhada que figura no 47.º número da série mini kuš!, a qual dedica cada publicação a um autor internacional diferente.

Criada em dezembro de 2010 e com 50 números lançados, é a segunda vez que esta icónica série publica uma obra portuguesa. A primeira vez em que tal tinha ocorrido, tinha sido com Our Library, o mini kuš! #13, em janeiro de 2013, graças à Amanda Baeza ter sido a vencedora do concurso mini kuš!.

Em Sutrama, Daniel Lima inspira-se numa cena do filme Le Diable Probablement do realizador francês Robert Bresson, vencedor, em 1977, do Grande Prémio do Júri do Festival de Berlim. A edição da banda desenhada foi financiada pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas de Portugal.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Sutrama is a narrative about Roberte’s predilection for paradox and semantic opacity, playing incessantly with irony. This scenic dialogue becomes a polished surface for the green analyst, in which the prime meaning to be discerned is the analyst’s own reflection. As certain as death, our hero is a masturbator clown…