O novo título da coleção Imagens que Contam da Pato Lógico intitula-se Máquina e é da autoria de Jaime Ferraz. Relembra-se que nesta série cada narrativa é contada exclusivamente por imagens, integrada num formato com algumas regras predefinidas: 32 páginas (mais guardas), um título com uma palavra apenas e a reinterpretação do logotipo da editora.

Os restantes títulos desta série, iniciada em 2013, tiveram como autores Marta Monteiro (Sombras Leitura Recomendada década 2010), André da Loba (Bestial), Catarina Sobral (Vazio – White Ravens 2014, Leitura Recomendada década 2010), Afonso Cruz (Capital – Prémio Nacional de Ilustração 2015), Bernardo P. Carvalho (Verdade?!), João Fazenda (Dança Leitura Recomendada década 2010) e Teresa Cortez (Balbúrdia). Máquina é, desta forma, o oitavo livro da série.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Há máquinas para lavar a roupa, máquinas para secar o cabelo e máquinas para cozinhar. Há máquinas que nos prendem horas ao sofá e outras que nos transportam de casa para o trabalho. Num mundo maquino-dependente, um rapaz recebe do seu avô uma máquina diferente, com o poder de o fazer viajar para mundos fantásticos. Consegues adivinhar que máquina é?

Jaime Ferraz nasceu em Lisboa em 1986. Licenciou-se em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, mas antes andou de skate, jogou à bola e subiu às árvores. Co-fundou uma pequena editora, a swimming book. Entretanto deu aulas de judo, estagiou no Pato Lógico e trabalhou numa gráfica. Gosta de fazer desenhos no papel e na parede e de cuidar de uma pequena horta na sua varanda. O seu caril de legumes é bastante apreciado.

Máquina é o seu primeiro livro publicado, título da colecção Imagens que contam.

Máquina
Jaime Ferraz
Editora: Pato Lógico
Formato: 199 x 255 x 9 mm
Apresentação: capa dura
ISBN: 9789899944688
Páginas: 32
Preço: 13,50€

nota: imagens cedidas pela editora.