Uma da novidades a ser apresentada no Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja é Shenzhen, de Guy Delisle. Depois de já ter editado, sob o selo editorial Biblioteca de Alice, Pyongyang: Uma Viagem à Coreia do Norte, a editora Devir volta a apostar no autor canadiano.

Clique na imagem para a visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:
Em Shenzhen, Guy Delisle tenta compreender os costumes de uma sociedade, durante o curto período de tempo em que trabalha na cidade e limitado à pequena área que lhe é permitido visitar.

A sua observação perspicaz e divertida expõe os dias monótonos, as dificuldades causadas pela barragem da língua e choque de culturas, através de ilustrações detalhadas e cheias de charme, a que um jogo de luzes e sombras acrescenta significados.

Guy Delisle, nasceu no Canadá em 1966, trabalhou durante cerca de dez anos em animação.
As suas experiências em estúdios de animação na Ásia, são descritas em Shenzen (2000) e em Pyongyang, publicado pela primeira vez em 2003.
Guy Delisle vive atualmente no Sul de França, com a mulher e filhos.
É também autor de Jerusalém (Prémio de Melhor Álbum do Festival de BD de Angoulême, 2012) e de Chroniques Birmanes (Editions Delcourt).

Shenzhen, uma viagem à China
Guy Delisle
Páginas: 152
Formato: 180×210 mm
Edições Devir
ISBN: 978-989-559-380-4
Preço: €21,99

nota: imagens cedidas pela editora.