Diniz Conefrey é um autor incontornável na banda desenhada. Eis que a Douda Correria edita o seu primeiro livro de poesia, ilustrado por si. De seu nome No Coração de Agave, trata-se do 58.ª obra da editora. E, como o título deixa antever, o México permanece presente na obra do autor.

Eis o que Diniz Confrey escreve sobre a obra:

Um livro pode sempre ter outro nome, outra capa. Outra mão que o conduza, fundo, para dentro do mistério de que se resolve o mundo. No coração de agave reune-se um ciclo de poemas aludindo ao corpo transgressor vivenciando um México inflectido. Através da raíz da sua forma, expirando os conteúdos em verso num livrinho fixando esses mundos que, do olhar, encontram uma expressão no interior vago e inquieto da poesia. São nove poemas em caligrama pendular, editados pela Douda Correria, convidando, desde já, para a sua apresentação – no dia 25 de Maio pelas 22 horas no bar da Barraca – com a presença dos poetas oficiantes (Nuno Moura, Diniz Conefrey, Maria João Worm); falando e lendo das janelas que se abrem neste outro tempo, neste outro espaço a aurora memorial.

Saiba mais sobre o lançamento da obra aqui.