Cerca de 11 meses após o primeiro número, eis que surge Mariano #2, dando deste modo continuidade à segunda série de zines de Tiago da Bernarda, paralelamente à série de periodicidade anual O Gato Mariano Não Fez Listas.

Para além das habituais críticas musicais ilustradas, as entrevistas tornam a marcar a sua presença, visando desta vez Tony Millionaire e Anton Kannemeyer. Como material extra, é publicado o Relatório Anual de Fanzines de 2016 da autoria de Marcos Farrajota, ilustrado por Rodolfo Mariano. O lançamento ocorre no dia 1 de junho.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a extensão:

Eis a sinopse:

O GATO MARIANO APRESENTA

MARIANO #2

Tony Millionaire e Anton Kannemeyer destacados na nova edição. Tipo…

O Gato Mariano, aquele felino antropomórfico preto e branco que faz crítica de música portuguesa, prepara-se para lançar um novo fanzine. Dando continuidade à linha editorial do fanzine homónimo, Mariano #2 junta às críticas ilustradas entrevistas e artigos de BD de referência pessoal do autor. Para esta edição, contem com uma entrevista a Tony Millionaire, o artista por detrás de clássicos como “Sock Monkey” e o irreverente “Maakies”, BD que começou nos anos 90 e que Millionaire decidiu terminar em 2016.
Guardada também para a nova edição está uma entrevista a Anton Kannemeyer, que esteve no ano passado na AmadoraBD graças ao seu livro “Papá em África”. Falamos sobre controvérsia e fazer BD numa altura pós-apartheid. No final, ficou apenas uma BD em que o artista sul-africano fala sobre a altura em que conheceu os Die Antwoord, um dos maiores projectos musicais a sair de África do Sul nos últimos 10 anos.
Se isto não bastasse, Mariano #2 inclui também o relatório de fanzines e edição independente de banda desenhada, do Marcos Farrajota, desta vez
acompanhado por ilustrações do Rodolfo Mariano (em papel cor de salmão, só mesmo para chatear o Farrajota).
O lançamento do fanzine é já no dia 1 de junho, no Estrela, em Lisboa, integrado no “Estrela Decadente”, o evento semanal organizado pelo ilustrador Xavier Almeida e amigos. Para além de estar lá a vender zines e a pagar copos, podem também ver uma pequena exposição enquanto jantam o melhor seitan caseiro alguma vez feito.
Para quem não aprecie cozinha vegetariana, ou simplesmente não consegue estar por Lisboa, podem sempre encomendar o fanzine pelo seguinte
endereço: ogatomariano©gmail.com
Custa 3€ + portes. São trocos!

nota: imagens gentilmente cedidas pelo autor.