O nono número do jornal Jankenpon foi lançado na 7.ª edição da Festa do Japão em Lisboa, no passado dia 24 de junho, tendo esta semana chegado às bancas nacionais. Se o jornal tinha iniciado um novo ciclo com o número 5, encerrando no número anterior a dedicação exclusiva à BD portuguesa inspirada em manga, tal está ainda mais assumido na primeira página da nova edição, na qual se intitula um jornal de banda desenhada de autores portugueses.

O jornal tem também vindo a apostar num crescente número de páginas dedicadas a conteúdo editorial, chegando ao ponto de, no Jankenpon #9, pela primeira vez, o número de páginas de banda desenhada ser inferior a metade do conteúdo do jornal, contrastando com os primeiros números, quase exclusivamente com banda desenhada. A nível das estatísticas anuais do nosso site, este número 9, por definição, não é considerada uma publicação de BD (ao contrário do que ostenta na primeira página) mas com BD, dado o cut-off estabelecido há alguns anos para classificarmos como publicação de BD é da presença de 50 % de páginas com BD.

Desconhecemos se esta redução no número de páginas de banda desenhada se trata de uma aposta em aumentar a proporção de conteúdo editorial ou um acaso em parte motivado pela silly season – manifestado pela presença de várias páginas de passatempos para o verão de 2017 – visto a Jankenpon ter garantido ao site Bandas Desenhadas não ter dificuldade em publicar bimestralmente nas suas 48 páginas novas bandas desenhadas de autores portugueses.

Acreditamos que o conteúdo editorial relacionado com a banda desenhada é  bastante apropriado aos seus leitores – curtas entrevistas a autores, bem como apresentação de ilustrações e making of de pranchas, adaptações cinematográficas de BD e crítica a mangas. E o restante – eventos sobre a cultura nipónica, videojogos japoneses e cinema norte-americano mainstream – são também apropriados ao seu público-alvo, estando o jornal a tornar-se aos poucos uma publicação dedicada aos diferentes tipos de entretenimento.

Para os leitores de BD, a grande novidade deste número é o início da publicação de quarenta! de Patrícia Furtado. Infelizmente só tem direito a 1 página mas podem ler mais deste excelente projeto no blog que a autora criou para o efeito, aqui. Sublinhe-se que as pranchas publicadas no jornal são exclusivas do mesmo.

Prosseguem ainda as BD iniciadas no número anterior, I Love You 2 e Boinas, bem como a quase omnipresente TMG: The Mighty Gang, desta vez com um número mais reduzido de páginas.

Eis a listagem de todas as bandas desenhadas constantes do nono número (ou décimo, se se considerar o número zero):
TMG: The Mighty Gang: Missão 09 – Joana Rosa (9 páginas)
I Love You 2: 2.ª parte – Star Two (4 páginas)
Boinas: 2.ª Parte – Gonçalo Mourão & Jorge Canita (9 páginas)
quarenta! – Patrícia Furtado (1 página)

JanKenPon #9
Gonçalo Mourão, Joana Rosa, Jorge Canita, Patrícia Furtado, Star Two
48 páginas
PVP: 1€

nota: imagem cedida pela editora.