Dia 7 de julho chega às bancas o segundo volume da coleção Novelas Gráficas 2017. A obra em questão é “Traço de Giz”, escrito e desenhado por Miguelanxo Prado, um dos mais premiados autores espanhóis, autor de Presas Fáceis (que fez parte da colecção Novelas Gráficas de 2016), e cocriador de uma exposição dedicada a Cervantes que foi exposta em Braga na semana passada.

Traço de Giz já tinha sido editado entre nós em 2000 pela Meribérica. No entanto, esta nova edição em capa dura inclui uma extensa galeria de extras e páginas inéditas de BD, assim como um posfácio do autor.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:
Raul atraca o seu barco numa pequena ilha no meio do oceano depois de dois dias de tempestade. Ali vai encontrar uma pequena estalagem sem clientes, um longo pontão, um velho farol que não funciona e um muro onde são deixadas estranhas mensagens.

Na ilha, Raul encontra mais um barco atracado no cais, o da bela e misteriosa Ana, por quem este se sente imediatamente atraído, mas ela conta-lhe que está à espera de um homem.

Ao passear pela ilha, Raul encontra diversas gaivotas mortas, trespassadas por uma seta, o que o leva a desconfiar de Dimas o estranho filho de Sara a dona da estalagem.

À medida que o mistério vai aumentando um terceiro barco chega à ilha e Sara afirma que sempre que mais de duas embarcações ali aportam há problemas.

nota: imagens cedidas pela editora.

Outras Leituras