Chega hoje às bancas o primeiro número da coleção «Valérian e Laureline» da autoria de Pierre Christin (argumento) e Jean-Claude Mézières (desenho). O primeiro volume é composto por dois títulos: “Sonhos Maus” e “A Cidade das Águas Movediças”.

Sonhos Maus
Galaxity, capital do Império Galáctico Terrestre, ano de 2720. O agente espácio-temporal Valérian é enviado à Idade Média para pôr fim às maquinações de Xombul, um tecnocrata que sonha vir a tornar-se mestre do universo. De passagem encontra uma jovem terrestre chamada Laureline e, uma vez terminada a missão, leva-a consigo para Galaxity, onde se torna, também ela, agente espácio-temporal.

A Cidade das Águas Movediças
Xombul consegue evadir-se da prisão de Galaxity e apoderar-se de uma astronave espácio-temporal. Valérian e Laureline são enviados no seu encalço, viajando assim até à Nova Iorque de 1986. A cidade, porém, está irreconhecível: submersa na sequência de uma explosão nuclear no Árctico que alterou completamente o clima da Terra, poucos são os sobreviventes e por todo o lado reina o caos e a destruição.