Como referimos, a estreia editorial da Sapata Press de Cecília Silveira ocorre no 8.º Bairro das Artes, evento a a que se associa o lançamento dos primeiros dois zines deste projeto editorial transnacional. Pretendendo publicar trabalhos na perspectiva de autoras de diferentes origens e backgrounds, o zine Lado Bê tem autoria da brasileira Aline Lemos.

O “Bairro das Artes – A Rentrée Cultural da sétima colina de Lisboa” é um evento de arte contemporânea, gratuito, que se realiza anualmente desde 2010. Segundo os organizadores, atendendo a que a zona entre o Rato e o Cais do Sodré tem a maior concentração de galerias e espaços de arte contemporânea em Lisboa com atividade regular e programática, esta iniciativa marca a rentrée cultural de Lisboa e é uma referência na arte contemporânea da cidade, ligando os diversos públicos e os vários agentes culturais. Tem lugar no dia 21 de setembro, entre as 21 e 23h00. É neste contexto que terá lugar o lançamento do fanzine Lado Bê na STET, sita na Rua do Norte, 14 – 1.º andar (ao Camões).

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Aline Lemos é natural de Belo Horizonte, no Brasil, e publica bandas desenhadas e fanzines desde 2013. Colaborou em A Zica, Nébula, MÊS, Zine XXX, no portal Lady’s Comics e no coletivo ZiNas.

A Sapata Press é um projeto editorial transnacional, sem fins lucrativos, com foco em banda desenhada de autoras de países de língua portuguesa. Na senda do feminismo interseccional, tenta inverter a subrepresentação de mulheres e pessoas não-binárias nos espaços de produção de banda desenhada e a secundarização destas na história. As suas primeiras duas publicações têm um cunho biográfico/político e/ou experimental, centrando-se as narrativas em personagens e protagonistas do género feminino, sejam elas transgénero ou cisgénero.

Lado Bê
Aline Lemos
Editora: Sapata Press
Formato: 19 x 19 cm, Grayscale, Lux Cream 100 gramas, agrafado
Tiragem da 1.ª edição: 33 exemplares

nota: imagens gentilmente cedidas pela editora.