Para o dia 24 de outubro, está planeada a distribuição da revista Tio Patinhas 4 nos pontos de venda de periódicos. Como a capa, da autoria de Stefano Intini, deixa antever, neste número é publicada a banda desenhada O Meu Décimo Sexto Milhão da série Todos os Milhões do Tio Patinhas.

Logo na primeira página da BD supramencionada, o argumentista Fausto Vitaliano brinca com o facto da série ter inicialmente terminado com a história que narrava como o Patinhas (Scrooge McDuck) tinha conseguido o seu 10.º milhão. Na verdade, as primeiras 10 BD foram publicadas em 2007, tendo a Goody reunido-as no Disney Especial #21.

Somente em 2015, seria decidido acrescentar mais 4 bandas desenhadas à série (em Portugal, publicadas nas Disney Comix #165-168). E em 2016, é publicada a BD referente ao 15.º milhão (Disney Comix #181, cuja capa de Paolo Mottura foi galardoada com o Prémio Melhor Capa na 2.ª edição dos Prémios BD Disney).

Em 2017, foram publicados mais 4 episódios, sendo o 20.º anunciado como o último da série. Será isso cumprido? Ou daqui a uns anos, Vitaliano regressará à série? O futuro dirá… Ou, como o Tio Patinhas responde quando o Donald reclama não ter sido cumprido o final com o 10.º episódio, “e então?” Para já, os leitores portugueses podem ler nesta revista como o Tio Patinhas alcançou o seu 16.º milhão. E quaisquer incongruências desta série com versões de outros autores são também prontamente explicadas pelo Donald. Estas memórias do Patinhas soam mirabolantes e improváveis

O Tio Patinhas é também o protagonista da BD O Tesouro Demasiado Fácil, passada no espaço, a última fronteira… a bordo de um galeão?

Falando em tesouros e milhões, O Dólar Fatal é uma homenagem de Riccardo Secchi e Francesco Guerrini ao clássico A Christmas For Shacktown (denominada em italiano de Il Ventino fatale, “o centavo fatal”de Carl Barks.

Um clássico vilão do Superpato (Paperinik) é o Spectrus, que regressa em O Poder Televisivo do Spectrus. Do Brasil, chega o humor com o Afonsinho em Oras, Pipocas! Para os que estranham o título, a expressão brasileira Oras, Pipocas (bem como as expressões Pipocas Ora, Pipocas) exprime informalmente descontentamento.

Numa revista repleta de patos, o convidado é o Mickey com um episódio da série História de Arte de Mickey, intitulado As Artinuvens. Desta vez, o homenageado é o artista holandês contemporâneo Berndnaut Smilde, conhecido pelas suas instalações de nuvens em ambientes fechados. Veja um curto vídeo sobre o seu trabalho aqui:

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Tio Patinhas #4
Autores: Átila de Carvalho, Fausto Vitaliano, Francesco Guerrini, Gianfranco Cordara, Mario Volta, Massimiliano Lucania, Riccardo Secchi, Roberto Gagnor, Stefano Intini, Stefano Zanchi, Valerio Held
Editora: Goody
Páginas: 132
PVP: 1,90€

nota: imagens cedidas pela editora.

Outras Leituras