Já se encontra em distribuição o quinquagésimo segundo volume da Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel, intitulado Ultimate Homem-Aranha: Quem é Miles Morales?, com argumento de Brian Michael Bendis e arte de Sara Pichelli. Este volume conta com um total de 128 páginas e reúne parte da revista Ultimate Comics Fallout 4 e os números 1 a 5 de Ultimate Comics Spider-Man.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

“Peter Parker morreu a defender os seus entes queridos do Duende Verde. Agora, um novo herói aracnídeo surgiu em Nova Iorque para dar continuidade ao seu legado heróico. Ele pode ter os poderes, mas estará Miles Morales, de 13 anos, realmente à altura de tornar-se o novo Ultimate Homem-Aranha?”

Em 2011, o Universo Ultimate sofreu uma perda terrível, quando o herói que lançou essa linha editorial morreu. Mesmo antes do último número de A Morte do Homem-Aranha chegar às bancas, a Marvel já tinha iniciado a apresentação de um novo Ultimate Homem-Aranha: um jovem rapaz de 13 anos chamado Miles Morales. De alguma forma, ele obteve poderes de aranha semelhantes aos do Peter, e ia agora assumir o seu manto. Era ousado e revolucionário, ou seja, era exatamente o tipo de história para a qual o Universo Ultimate tinha sido inventado.

O verdadeiro desafio para o escritor Brian Michael Bendis e a artista Sara Pichelli foi definir como mudar a personagem principal, mantendo a identidade de um livro do Homem-Aranha. Poderia a “essência” do Homem-Aranha ser recriada noutra personagem com um historial distinto? A resposta, como vão ver, é um tremendo ‘sim’. Miles Morales e Peter Parker cresceram em ambientes muito diferentes, mas partilham do mesmo sentido de responsabilidade quanto ao uso dos seus poderes, embora por razões também elas muito diferentes.

É claro que muitos leitores mais cínicos descartaram a história como sendo um truque. No entanto, Bendis e Pichelli conseguiram calar as vozes discordantes, graças à qualidade do seu trabalho. Miles era uma personagem tão simpática que os leitores acabaram por fazer um investimento emocional no jovem herói, ao fim de apenas um punhado de números. Agora, cinco anos após a sua estreia, Miles tornou-se parte integrante do universo aracnídeo, dando continuidade ao legado do Ultimate Homem-Aranha para toda uma nova legião de fãs da banda desenhada.
(do prefácio de M. Lupoi, director editorial da Panini)

Este volume inclui uma galeria de capas alternativas e um dossier escrito por Bendis a discutir a personagem de Miles Morales e as suas diferenças com Peter Parker.

nota: imagens cedidas pela editora.