As plataformas de streaming têm vindo a modificar o acesso dos espetadores nacionais a adaptações televisivas japonesas de manga. A mais recente minissérie da Netflix a cumprir estes critérios é Blazing Transfer Students, uma sequela do manga original de Kazuhiko Shimamoto.

Inédito em Portugal, Honō no Tenkōsei (Blazing Transfer Student) foi publicado originalmente entre 1983 e 1985 na revista Weekly Shōnen Sunday da editora Shogakukan, publicação que tem como público-alvo os adolescentes do género masculino. A obra foi entretanto coligida em 12 volumes.

A sua primeira transposição para outros media deu-se em 1991, sob o formato de duas animações originais produzidas pelo famoso estúdio de anime Gainax.

Na história original, Takizawa Noboru é transferido para uma escola onde todas as disputas são resolvidas a lutar. Acaba por se envolver com o bully da escola, Ibuki Saburo, num desafio de boxe para determinar quem pode ter um encontro com a adorável Yakuri.

No live-action, sob a forma de minissérie de 8 episódios, passaram-se bastantes anos desde os acontecimentos no manga original. Noburo é agora o diretor da escola, sendo o único personagem animado na série. A interpretar os alunos está a boysband japonesa de sete elementos Johnny’s WEST. Quanto à realização, cabe a Toshio Li.

A Netflix enquadra esta série humorística de ação e aventura para adolescentes nos “géneros” absurdo e disparatado, disponibilizando-a no dia 10 de novembro em 190 países, Portugal incluído.

Eis o trailer e os teasers: