Liga da Justiça, o quinto filme do Universo Estendido DC, estreia hoje nas salas nacionais.

A Liga da Justiça é a equipa de super-heróis mais famosa da DC Comics ou dela não fizessem ou tivessem feito parte os seus personagens mais icónicos. A equipa foi criada por Gardner Fox (cocriador da anterior e pioneira equipa de super-heróis Sociedade da Justiça da América), por solicitação do editor Julius Schwartz, quando este decidiu alterar o nome da Sociedade para Liga (influenciado pela popularidade das Liga Nacional de Basebol e Liga Americana da Liga Principal de Basebol), numa tentativa de revitalizar aquela. A sua estreia foi em The Brave and the Bold #28 (março de 1960), desenhada por Mike Sekowsky, e, após 2 aparições nesta revista, a Liga da Justiça passou a ter direito a título próprio, que se tornou um dos bestsellers da editora.

A primeira constituição da equipa era composta por Super-Homem, Batman, Mulher-Maravilha, Flash, Aquaman, Lanterna Verde e Caçador de Marte. Ao longo dos anos, a constituição da equipa foi sendo alterada, com a adesão e saídas de diferentes personagens. Inclusivamente, os eventos da Crise nas Terras Infinitas, Hora Zero, Crise Infinita e Flashpoint (que originaria Os Novos 52), foram alterando sucessivamente a identidade de quem teriam sido os membros fundadores da Liga da Justiça.

Na adaptação cinematográfica que estreia hoje nas salas de cinema nacionais, após a morte de Super-Homem no filme Batman v Super-Homem: O Despertar da Justiça, Bruce Wayne (Batman) e a sua nova aliada Diana Prince (Mulher-Maravilha), formam uma equipa que recruta Barry Allen (Flash), Arthur Curry (Aquaman) e Victor Stone (Ciborgue) para lidar com a ameça de Steppenwolf, enquanto a Terra reflete em como o Super-Homem salvou o mundo.

Realizado por Zack Snyder, com a colaboração de Joss Whedon, creditado como corroteirista, a criação do filme foi envolta nas opiniões negativas da crítica e público a Batman v Superman, bem como em tragédias pessoais. A crítica especializada tem-lhe conferido um valor mediano-baixo, elogiando a leveza, o humor e o desempenho dos atores e criticando negativamente roteiro, o desenvolvimento do vilão e as cenas de ação.

Compete agora ao público dar a sua opinião, bem descobrir-se a ordem das receitas que o filme gerará.

Eis o trailer: