Se é verdade que a pesquisa de materiais que a internet possibilita e a concomitante facilidade de contato e envio de ficheiros digitais entre diferentes locais do globo alterou o panorama da edição em banda desenhada, a localidade continua a ter a sua preponderância.

Com a migração da chancela editorial O Panda Gordo para o Reino Unido, a internacionalização tornou-se evidente, sendo um sintoma da mesma a presença de vários autores estrangeiros na louvada antologia Seven Stories #1, publicada em junho deste ano.

Seguiu-se a edição de Spare Me, da sueca Disa Wallander. Esta obra combina a fotografia e o desenho com técnicas de colagem, criando 2 ambientes diferentes em cada uma das páginas. Se nos 6,5 cm inferiores, as personagens são representadas a correr (pela vida?) através de desenhos minimalistas, os restantes  22 cm coloridos socorrem-se da técnica mista para sucessivamente apresentar ao leitor diferentes reflexões nas quais a entropia aparentemente permanece constante.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

O trabalho de Disa Wallander costuma lidar com ansiedades existenciais obscuras e questões filosóficas profundas com tanto entusiasmo quanto cinismo. Parece sempre relativamente esperançoso e desesperançoso ao mesmo tempo, mas se por acaso nos parecer superficcional ou pedante, é porque não estamos a perceber muito bem a sua ironia tão característica. Spare Me é uma reflexão abstracta e exploratória sobre os doces paradoxos da existência humana, principalmente a relação entre o indivíduo e o mundo socialmente construído em que vivemos. O que é necessário para que sejamos capazes de encontrar alegria nas coisas que nos rodeiam quando sabemos que tudo é uma construção e que todos nós partilhamos o mesmo destino inevitável. Não nos dará nenhuma resposta mas com certeza que desfrutaremos de Spare Me se o lermos ao sol.

Disa Wallander é uma ilustradora e autora de banda desenhada com trabalhos publicados na norte-americana Perfectly Acceptable (Help Yourself, 2016) e a sueca Peow! Studio (The Nature of Nature, 2015), tendo também participado em antologias, como as publicadas pela letã kuš! (š! #21 e 24) ou a antologia britânica Bimba de Donya Todd, além de diversas publicações na chancela britânica Jazz Dad Books.

Spare Me
Disa Wallander
O Panda Gordo
Páginas: 16, a cores
Formato: 17 x 28,5 cm