Esta semana, a Kalandraka distribuiu nas livrarias mais duas obras da autoria de Maurice Sendak, intituladas João e Mais Oito: um livro para contar e Vida de Crocodilo: um alfabeto, originalmente publicadas em 1962.

Prioritariamente destinados às crianças pré-alfabetizadas, estes dois livros brincam com o alfabeto e os primeiros números, integrando uma série de 4 livros que ficou conhecida pelo nome de Nutshell Library, a qual seria revisitada n’ O Recado de Rosie.

Em João e Mais Oito: um livro para contar (originalmente, One Was Johnny: a counting book), o leitor é prendado com um conjunto de pequenos versos que narram as peripécias que sucedem a João, enquanto a enumeração dos primeiros números naturais (também) se sucedem para, a certa altura, os inesperados convidados serem convidados a sair e a ordem dos números passar a ser decrescente, até o João se encontrar novamente sozinho, a ler, tal como ele gostava. Graças a um plano fixo frontal ao longo de todo o livro, as ilustrações de Sendak dão a sensação cinematográfica de um plano-sequência ou de uma peça de teatro com cenário fixo. Quanto à tradução, como habitualmente acontece na poesia, exigiu um esforço suplementar a Carla Maria de Almeida, cujas soluções encontradas são de louvar.

O humor mantém-se presente em Vida de Crocodilo: um alfabeto (Alligators All Around: an alphabet, no original), inclusivamente no desenho de detalhes e palete de cores minimalistas, mas muito expressivos. Neste livro, acompanha-se uma família de crocodilos, com cada uma das frases relacionada com uma das letras do alfabeto. O desafio para a tradução, deste feita, foi a elaboração das aliterações e a inclusão natural das letras k, w e no nosso discurso diário.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis as sinopses da editora:

1 era João que vivia em sossego
2 era um rato que saltou sem medo

A Andamos por aqui e acolá.
B Brincamos com balões. Bum!
C Curamos constipações

Maurice Sendak (Brooklyn, Nova Iorque, 1928 – Connecticut, 2012): Desde 1951 concebeu mais de 90 livros infantis, uma prestigiosa trajetória que lhe valeu em 1970 o Prémio Andersen e o Prémio Laura Ingalls Wilder em 1983. Em 1996, o Governo dos Estados Unidos atribuiu-lhe a Medalha Nacional das Artes e em 2003 concederam-lhe o Prémio Internacional Astrid Lindgren de Literatura Infantil, conjuntamente com a autora austríaca Christine Nöstlinger. Estudou Pintura e Desenho no Art Students League de Nova Iorque. Conseguiu o seu primeiro emprego como ilustrador na All American Comics e em 1951 começou a trabalhar como ilustrador para a editora Harper and Brothers. Desencadeou uma autêntica revolução no panorama literário infantil pelas ideias, forma e pelo conteúdo dos seus livros. A crítica especializada classificava-o como “um dos homens mais influentes dos Estados Unidos, pois dar forma à fantasia de milhões de crianças é uma tremenda responsabilidade”.

João e Mais Oito: um livro para contar
Maurice Sendak
Editora: Kalandraka
Páginas: 48
Encadernação: capa dura
Dimensões: 12,7 x 17,7 cm
ISBN: 978-989-749-082-8
PVP: 9,00€

Vida de Crocodilo: um alfabeto
Maurice Sendak
Editora: Kalandraka
Páginas: 32
Encadernação: capa dura
Dimensões: 12,7 x 17,7 cm
ISBN: 978-989-749-083-5
PVP: 9,00€

nota: agradece-se à editora a oferta dos livros.

Outras Leituras