“A meia perdida” de Anine Bösenberg é a mais recente novidade da editora Bruaá, um livro sem palavras, brilhantemente ilustrado em tons azulados com um belo contraste de tons vermelhos que se tornam o nosso fio condutor ao longo das várias páginas. Somos levados em busca da meia perdida pelas várias páginas do livro todas elas cheias de pormenores e recortes que invocam a imaginação de cada um, e a forma como construímos a nossa história, ao fim ao cabo, um livro sem palavras mas que nos faz usar a nossa imaginação e como sabemos a imaginação das crianças não tem limites!!!

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Facto universal: já toda a gente perdeu uma meia. Algumas escapam, mas acabam por voltar, outras simplesmente parecem evaporar. Mas neste livro sem palavras ainda há esperança de encontrar a meia que aqui se perdeu, porque ao contrário daquelas que desaparecem sem deixar rasto, a meia deste livro desfia uma pista e desafia a procura. Sigamos então o fio vermelho pela paisagem coberta de neve e, de caminho, deixemo-nos surpreender pelas personagens, lugares, detalhes e, acima de tudo, pela solução para este mistério da meia perdida.

Anine Bösenberg nasceu em Dresden, Alemanha, em 1988. Licenciou-se no Edinburgh College of Art, e vive e trabalha na capital escocesa. Interessa-se por formas, cores, e mais recentemente, linhas.

A meia perdida
Anine Bösenberg
Editora: Bruaá
Páginas: 48
Encadernação: capa dura
Dimensões: 16,3 x 23,6 cm
ISBN: 978-989-8166-36-4
PVP: 15,50€

nota: agradecimento especial à editora pela oferta de um exemplar.