Chega hoje às bancas o quinto volume de Torpedo 1936 de Enrique Sánchez Abulí e Jordi Bernet, editado pela Levoir em parceria com o Público. Deste quinto volume da edição integral de Torpedo 1936, fazem parte as biografias de Enrique Sánchez Abulí, de Jordi Bernet e dois textos editoriais: um sobre a edição de Torpedo em Espanha, escrito por Javier Mesón, um dos grandes especialistas de Torpedo e um segundo escrito por Jorge Magalhães, em que diz: “Coube, afinal, à Levoir a primazia de editar a série completa – 34 anos depois da sua estreia entre nós – numa louvável iniciativa de grande envergadura, que saúdo com o maior regozijo”.

As sete histórias apresentadas, foram na sua maioria publicadas em álbum em Espanha – das quais apenas duas, As Sete Vidas do Gato e Era uma Vez na Sicília, não são inéditas em Portugal.

Clique na imagem para a visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

A data de 1936 ainda se mantém no título, mas valendo-se de flashbacks e narrativa não linear, Abulí leva-nos até à infância de Luca passada na sua Sicília natal. Em O Ano que Bebemos Perigosamente cria um universo onde retrata bem a Nova York corrupta, social e economicamente instável durante a época da Lei Seca instituída em 1919. Adeus, Bonitão! dá uma perspectiva diferente de Torelli, mostra que se lhe pedirem com bons modos, também é capaz de fazer um favor a um amigo.

E o volume termina   com aquela que foi a última colaboração entre Abulí e Bernet,  O Dia da Vingança  a  história em que Torpedo, depois de ter sido derrotado por Susan em Para Patife… Patife e Meio e A Dama dos Camelos, engendra o que parecia ser o plano perfeito para se vingar da única mulher que lhe fez frente.

Torpedo 1936 Vol.5
Enrique Sánchez Abulí & Jordi Bernet
Editora: Levoir/Público
Nº de páginas: 120
Encadernação: capa dura
PVP: 11,99€