Alguns dias depois da estreia no EUA, inicia-se hoje em Portugal, no canal Fox, a segunda temporada de Legion. Se, aquando da sua estreia, se tratava da única série televisiva em exibição que se centrava em personagens mutantes da Marvel, atualmente tem a companhia – também na Fox – de The Gifted, uma proposta mais tradicional, com elementos que procuram cativar o público adolescente.

Legion encontra-se no pólo oposto de The Gifted. De todas as atuais séries baseadas em personagens da Marvel – incluindo as que pertencem ao Universo Cinematográfico Marvel, transmitidas originalmente na ABC, Netflix e Hulu – foi provavelmente a que correu mais riscos, os quais foram recompensados pelo sucesso alcançado junto da crítica e do público. A aposta em ser uma série bastante diferente do que tinha sido feito até então com séries de super-humanos, a inteligência do argumento ou o extremo cuidado com a fotografia, cenografia e efeitos visuais foram extremamente elogiados. Por seu turno, algumas interpretações, como a de Aubrey Plaza, são, inclusivamente, inesquecíveis. E mesmo os fanboys da Marvel que gostam de argumentos mais lineares foram recompensados no final da temporada com a revelação de elementos que permitem fazer a ligação com as bandas desenhadas de X-Men e equipas similares.

Após estabelecer uma fasquia tão alta, a segunda temporada era esperada com um misto de expetativa e receio. Após o primeiro episódio ter estreado nos EUA, a receção da crítica e público tem sido excelente.

A série regressa com Dan Stevens, Rachel Keller, Aubrey Plaza, Bill Irwin, Jeremie Harris, Amber Midthunder, Katie Aselton e Jean Smart no elenco. De regresso, está também Jemaine Clement e Hamish Linklater. Nesta segunda temporada, David Negahban interpreta Amahl Farouk e John Hamm é o narrador. Noah Hawley, o criador da série, escreveu os episódios em conjunto com Nathaniel Halpern. Quanto à música, está a cargo de Jeff Russo.

Eis o trailer nacional:

O primeiro teaser:

O segundo teaser:

E um trailer com maior duração: