Um dos lançamentos mais aguardados do XIV Festival Internacional de BD de Beja foi a obra Cicatriz, de Sofia Neto. Editado pela Polvo, trata-se do primeiro livro da autora, após a edição de mais de uma dezena de bandas desenhadas noutros registos mais curtos.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Galhos e agulhas de pinheiro a estalar debaixo dos pés. Uma brisa salgada que se move entre troncos esguios. O chiar de metal enferrujado. Bolsos carregados de pinhões e cogumelos selvagens. Um agitar súbito de folhas e sombras irrequietas. Sensações familiares num lugar a que não pertence. Uma mulher atravessa um território estranho, esquecido, numa procura pontuada por encontros com aqueles que o habitam. O som distante de violência marca o ritmo de um percurso que se vai construindo passo a passo, orientado por esperança, medo e descoberta.

SOFIA NETO (S. João da Madeira, 1989) licenciou-se em Artes Plásticas – Multimédia pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP) e tem um mestrado em Banda Desenhada pela École Européene Supérieure de l’Image em Angoulême. Autoeditou diversos zines a solo em 2014: 789Vial e Kra KraColaborou com o Jornal Único, órgão de comunicação social de São João da Madeira, no qual se publicou a BD A Ronda (2014-5). Participou nas antologias da Chili Com Carne QCDA 2000 e Malmö Kebab Party, bem como no zine coletivo O Clemente #1 de Los Hermanos Brothers (2015). Coeditou os zines Carne e Osso #1 (2015) e 2 (2016). A Mundo Fantasma editou a sua BD Down Below em 2015 e Eco em 2016. Em 2017, foi-lhe atribuído o Prémio Geraldes Lino, tendo a Bedeteca de Beja editado a sua obra Bizarras. Faz parte da Comissão Organizadora do Encontro Internacional de Ilustração de S. João da Madeira. Orienta Workshops e Cursos de Banda Desenhada e de Narrativa Gráfica no Centro de Arte de S. João da Madeira e dá aulas de desenho no Clube de Desenho no Porto desde 2014. Orientou Formações de Banda Desenhada e de Desenvolvimento de Personagens na FBAUP. Teve trabalho exposto na Mundo Fantasma e no XIII Festival Internacional de BD de Beja. Atualmente, dá aulas na ESAG – Escola Superior Artística de Guimarães.