Marco Gervasio nasceu em Roma, a 4 de setembro de 1967. Licenciado em Economia e Comércio, a sua vida profissional alterar-se-ia, em 1996, com a ingressão na Escola Romana de Banda Desenhada, onde atualmente leciona. Em junho de 1997, obteve o Diploma da Academia Disney e viu publicada a sua primeira BD na revista Topolino.

Desde essa altura que o artista colabora com a Disney, tendo sido publicadas mais de 200 bandas desenhadas suas nas revistas disneyanas, além de inúmeras capas por si ilustradas. Inclusivamente, desde 2015, ilustra capas para as revistas norte-americanas de BD disneyana publicadas pela IDW.

Em 2002, estreou-se na escrita de argumentos. Com Superpato e A Sombra de Fantomius, Gervasio começou a estabelecer o cânone de Fantomius, explorando a pouca informação existente sobre o precursor do Superpato. Entre 2007 e 2012, em mais 3 BD protagonizadas pelo Superpato, o passado de Fantomius e da sua namorada e companheira de aventuras Dolly Paprika, bem como as identidades secretas de ambos, começaram a ser conhecidos com maior detalhe pelos leitores.

Foi em novembro de 2012 que foi iniciada a série do autor, Os Fabulosos Feitos de Fantomius, Ladrão Cavalheiro. Finalmente, Gervasio tinha o seu espaço próprio para criar a sua obra mais pessoal na BD disneyana. Ambientada nos anos 20 do século passado, as próprias cores das bandas desenhadas foram estudadas para refletir aquele ambiente, bem como as anamneses que contêm – Gervasio tem não só narrado episódios da infância e juventude dos personagens, como também dos seus antepassados.

Tendo o Superpato (Paperinik, no original) e Fantomius sido obviamente influenciados por Diabolik e Fantômas, aquando da sua criação, em 1968, por Elisa Penna, Guido Martina e Giovan Battista Carpi, o autor teve estas referências em consideração quando criou o ambiente e os personagens coadjuvantes da sua série. Por outro lado, a mesma encontra-se repleta de referências da época, seja na área da literatura, cinema, desporto ou a própria História.

Entre os diversos trabalhos paralelos à Disney, em 2013, Gervasio iniciou a colaboração com a empresa Rovio Entertainment, criando bandas desenhadas para a série Angry Bird Comics.

Em 2016, Gervasio foi o vencedor do Prémio dos Leitores para a Melhor Banda Desenhada de outros Protagonistas Disney na 1.ª edição dos Prémios BD Disney, organizados pelo site Bandas Desenhadas, com a BD Fantomius a Bordo.

Por seu turno, foi em 2017 que o júri da 2.ª edição dos Prémios BD Disney lhe atribuiu três prémios relativos a bandas desenhadas protagonizadas por Fantomius, nas categorias de Melhor Banda Desenhada (O Ladrão e o Milionário), Melhor Desenho (O Tesouro de Francis Drake) e Melhor Série de Banda Desenhada (Os Fabulosos Feitos de Fantomius, Ladrão Cavalheiro).

É a primeira vez que o autor é exposto em Portugal, apresentando-se uma exposição inédita, expressamente autorizada pela própria Disney.

nota: artigo publicado em Splaft! #14 (Bedeteca de Beja, 2018)