Na sua quinta edição a Comic Con mudou de data e de local, sendo o Passeio Marítimo de Algés a nova capital da cultura pop nos dias 6, 7, 8 e 9 de setembro. O conceito também sofreu alterações, tornando-se um festival ao ar livre, que, como sempre nestes casos, agradou a uns e não tanto a outros. Inegável é que o espaço maior permitiu também uma circulação mais fluída entre as várias áreas do evento. No cômputo geral é uma aposta ganha por parte da organização, mas ainda existem situações a melhorar e que certamente serão analisadas. Referimos dois pontos que foram apontados por quase todos os participantes com quem trocamos opiniões: o estacionamento na zona praticamente caótico e difícil e o pavilhão destinado ao Artist’s Alley em que as condições apresentadas aos participantes foram talvez as piores em todas as cinco edições do evento.

Eis a fotorreportagem de alguns momentos:

 

 

SOBRE O AUTOR |

Rodrigo RamosAdministrador
É administrador do site. Licenciado em Informática, agrega no Bandas Desenhadas dois mundos que adora - a web e a banda desenhada.